Cinco perguntas para...

Sanrlei Polini

/ ARTUR RODRIGUES, O Estado de S.Paulo

23 de maio de 2012 | 03h05

1. Por que acontecem desabamentos em prédios antigos? Normalmente, por falta de manutenção preventiva nas instalações, como parte da questão estrutural. Todo prédio tem uma vida útil.

2. Qual a média dessa 'validade' das edificações? O tempo de vida de um imóvel depende da questão estrutural. Fala-se algo em torno de 60 anos, mas, mantendo-se uma manutenção preventiva regular, pode-se avançar muito além desse tempo.

3. Como deve ser feita a manutenção dos edifícios? O ideal é manter uma rotina de vistoria das instalações de segurança e da edificação propriamente dita, com um engenheiro ou arquiteto que possa vistoriar a construção regularmente.

4. Como notar que o edifício apresenta algum risco? É possível notar visualmente. Qualquer alteração visível - como trincas, rachaduras, deformações, partes de estruturas rompendo - deve passar pela análise de um profissional credenciado. Isso é muito importante.

5. Esses problemas também podem acontecer em prédios não tão velhos? Depende da durabilidade dos materiais utilizados. Uma nova norma, que entrará em vigor em 2013, obriga as construtoras a utilizar materiais com um padrão mínimo de durabilidade.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.