Cinco perguntas para...

Ana Carla Fonseca Reis

/JULIANA DEODORO, O Estado de S.Paulo

09 de maio de 2012 | 03h01

1. O que é a Economia Criativa?

Economia Criativa é a gestão da criatividade para criar riquezas. São setores diferenciais na economia do País, como a música, o design e o empreendedorismo.

2.O que o poder público pode fazer em relação à Economia Criativa?

A Economia Criativa não se faz sem o envolvimento público e privado, e infelizmente o Brasil está um pouco atrasado nessa discussão. Somente no ano passado foi criada a Secretaria de Economia Criativa dentro do governo.

3. Como São Paulo investe neste setor?

São Paulo é o maior polo de Economia Criativa no Brasil. A cidade dá um show quando se trata de capacitação, conhecimento e entretenimento.

4. O que ainda precisa ser desenvolvido na cidade?

São Paulo lida com a criatividade de forma orgânica e natural, mas poderíamos fazer muito mais. Uma possibilidade é usar os vários prédios e armazéns abandonados como lugares de intervenção, ou até mesmo como incubadoras criativas.

5. Qual o propósito do programa Criaticidades (que passa no canal Futura)?

Queremos trazer o tema para o chão, por isso fizemos cinco documentários que explicam de forma acessível o que é a Economia Criativa e como ela se aplica.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.