Cinco perguntas para...

Thiago de Almeida

Paulo Saldaña, O Estado de S.Paulo

04 Maio 2011 | 00h00

PSICÓLOGO, UM DOS AUTORES DE ''A ARTE DA PAQUERA''

1. É possível aprender a paquerar? Demora?

Sedução se aprende como qualquer outra técnica. Tudo o que alguém sabe sobre isso aprendeu sozinho ou com amigos. Não existe formula mágica para se dar bem, mas sim atitudes que geram atração. É uma ciência a ser estudada. E, quanto mais exercitar, mais rápido aparecem os resultados.

2. Há sinais de que alguém está gostando de você?

Os olhares furtivos são os maiores indícios. O corpo posicionado em direção à pessoa entrega uma intenção. No caso das mulheres, o jogo sensual com o cabelo é um indicativo. Veja o que você faz quando tem interesse em alguém e tente perceber esses movimentos na outra pessoa.

3. E se a pessoa for mais tímida?

A internet e torpedos de celular são infalíveis. Por mensagens, MSN ou e-mail, a aproximação é imediata. É importante identificar interesses recíprocos. O segredo é investir em várias frentes para conseguir seus objetivos.

4. Quem tem mais chance de conquista: o homem ou a mulher?

Não há parte passiva no jogo da conquista. As iniciativas para os dois são bem vindas.

5.Qual são os principais motivos para alguém não se dar bem na paquera?

Em primeiro lugar, ansiedade. Seguido de falta de repertório e timidez.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.