Cinco perguntas para...

Carlos Watanabe

O Estado de S.Paulo

20 Março 2013 | 02h02

1.Por que há mais pernilongos na cidade nesta época do ano? A chuva e o calor característicos deste período são condições favoráveis para os pernilongos, porque eles precisam de água e altas temperaturas para se reproduzirem.

2. Em quais lugares da capital paulista há mais concentração do inseto? Os locais mais comuns são próximos às Marginais e áreas perto de represas. Os grandes criadouros são os Rios Tietê e Pinheiros. No entanto, os pernilongos têm a capacidade de voar para longe dessas áreas, enfestando toda a cidade.

3. Qual a velocidade de reprodução deles? Um pernilongo pode depositar na água até 400 ovos de uma única vez, que se transformam em novos insetos dentro de um período de 8 a 15 dias, dependendo da temperatura.

4.Eles oferecem risco à saúde? Há pessoas que podem apresentar alergia, por exemplo? Os pernilongos não oferecem risco nenhum à saúde, apenas irritação e incômodo pela picada mesmo. Porém, é preciso ter cuidado com outros mosquitos, como o transmissor da dengue.

5.Como evitar o incômodo causado pelos pernilongos? A melhor maneira é impedir que eles entrem nas residências, com a instalação de telas, tanto em janelas como em portas. / DENIZE GUEDES

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.