Cinco operários morrem soterrados em obra subterrânea de usina de açúcar

Cinco operários morreram ontem quando trabalhavam na instalação de tubos subterrâneos na Usina de Açúcar e Álcool Lins, na cidade de mesmo nome no interior de São Paulo. Nove operários trabalhavam nas escavações, por volta das 15h15, quando a estrutura que escorava as escavações cedeu e as paredes laterais do túnel desabaram sobre eles.

O Estado de S.Paulo

19 de junho de 2012 | 03h02

Os quatro operários que sobreviveram foram levados à Santa Casa de Misericórdia de Lins e não corriam risco de vida. O corpo do último trabalhador só foi encontrado por volta das 22 horas. Às 22h35 seu corpo foi retirado das escavações. Segundo os bombeiros, a demora ocorreu porque o local em que estava era de difícil acesso.

De acordo com a assessoria da Usina Lins, os operários eram contratados por uma empresa terceirizada. Uma sindicância vai apurar as causas do soterramento.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.