Cinco ônibus são depredados em noite de violência em Campinas

Quatro coletivos estavam em circulação, enquanto um estava sendo recolhido para a garagem

Ricardo Brandt - O Estado de S. Paulo,

28 de novembro de 2012 | 11h45

CAMPINAS - Cinco ônibus do transporte coletivo foram depredados na noite desta terça-feira, 27, em Campinas, interior de São Paulo. Os ônibus foram atacados com pedras, quatro deles estavam em circulação e outro no momento que era recolhido para a garagem. Os ataques ocorreram próximo ao terminal Campo Grande, periferia da cidade, por volta das 22h e em um intervalo de 45 minutos. Ninguém ficou ferido.

Os coletivos tiveram vidros, janelas e para-brisas quebrados. O prejuízo estimado é de R$ 15 mil, segundo a Associação das Empresas de Transporte Urbano de Campinas (Transurc). Foram destruídos vidros laterais, as janelas e os pára-brisas dos coletivos. Dois deles são articulados - com duas composições. Eles fazem as linhas 2.11, 2.10,2.09 e 2.01.

A Transurc, associação das empresas de ônibus local, informou que é a terceira vez que os veículos da Viação Itajaí Transportes Coletivos são alvo de ataques neste ano. No dia 24 de março, nove veículos tiveram os vidros quebrados em ataques e no Carnaval, entre os dias 17 e 22 de fevereiro, seis carros também foram depredados. "Não queremos fazer relação desses casos com os ataques que estão ocorrendo em São Paulo e Santa Catarina, mas queremos ajuda das polícias para identificar os motivos", afirmou o diretor de comunicação da Transurc, Paulo Barddal.

Mais conteúdo sobre:
violênciaSPCampinasônibus

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.