Cinco linhas de ônibus intermunicipais vão funcionar 24 horas

Serviço atenderá 18 cidades da Grande São Paulo às sextas-feiras e aos sábados; governo quer beneficiar principalmente os frequentadores de bares de Pinheiros e da Vila Madalena, na zona oeste

Caio do Valle, O Estado de S. Paulo

19 de setembro de 2013 | 14h59

Atualizado às 16h38.

SÃO PAULO - O governador Geraldo Alckmin (PSDB) divulgou nesta quinta-feira, 19, um projeto similar para linhas da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU). Batizado de Corujão, o serviço atenderá 18 cidades da Grande São Paulo e colocará à disposição dos usuários cinco linhas de ônibus 24h nas sextas-feiras e sábados. O valor da tarifa será o mesmo praticado pela EMTU durante o dia. Conforme o Estado adiantou, o prefeito Fernando Haddad (PT) vai lançar o serviço de ônibus "corujões" na cidade de São Paulo.

O objetivo do governo do Estado é beneficiar principalmente os frequentadores de bares de Pinheiros e da Vila Madalena, na zona oeste. As linhas sairão de Itapecerica da Serra, Embu das Artes, Osasco, Carapicuíba e Cotia. O serviço já começa a valer na noite desta sexta-feira, 20. Ao todo, 98 ônibus cobrirão essas linhas.

A partir da semana que vem, mais dez linhas de ônibus da EMTU - atendendo cidades como Ferraz de Vasconcelos, Guarulhos, Poá e a região do ABC - terão seu horário ampliado até a 1h, para atender os últimos passageiros de estações do Metrô como Corinthians-Itaquera, na Linha 3-Vermelha, Tucuruvi, na 1-Azul, e Vila Prudente, na 2-Verde. Aos sábados essas linhas vão operar até as 2h do domingo. Nesse caso, 114 ônibus serão responsáveis pelo serviço. O secretário estadual dos Transportes Metropolitanos, Jurandir Fernandes, não disse quanto o serviço custará aos cofres públicos, mas garantiu que as empresas concessionárias dos ônibus intermunicipais serão remuneradas por passageiro transportado.

"Isso vai beneficiar as pessoas que trabalham até mais tarde, que saem do trabalho de madrugada, ou que começam mais cedo, e a noite do fim de semana, o entretenimento, o lazer, sempre na linha de bebeu, não dirige. Mais uma opção para a nossa população", afirmou Alckmin em evento no Palácio dos Bandeirantes, na zona sul.

Alckmin disse que esse é um serviço "que tende a crescer". De acordo com ele, quando os "corujões" da Prefeitura de São Paulo estiverem operando, provavelmente a partir de janeiro, os dois sistemas noturnos se complementarão.

Fernandes falou sobre a regularidade dos ônibus da EMTU. "O limite é de hora em hora. Em alguns casos, vamos calibrar se houver a necessidade de ser 45 ou 30. Mas em princípio, eles vão funcionar com hora cravada, hora a hora."

Cadê o ônibus? Pela internet, os passageiros já podem ver, em tempo real, onde estão os ônibus das linhas dos "corujões" da EMTU. O site é www.emtu.sp.gov.br. Com isso, a pessoa pode calcular o tempo que o veículo vai demorar para chegar até o ponto mais próximo.

Veja lista do serviço corujão:

visualizador

 

 

 

 

 

 

 

Prefeitura. Haddad vai anunciar o sistema de "corujões" dentro da cidade de São Paulo. Segundo o Estado adiantou, deverão ser cerca de 140 linhas noturnas em todas as regiões da capital. Esse serviço está previsto para começar em janeiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.