Cinco feridos em desabamento de igreja estão em estado grave

Cerca de 400 pessoas estavam no local, que tem capacidade para 1.800 pessoas, no momento que o teto caiu

Fabiana Marchezi e Solange Spigliatti, do estadao.com.br,

19 Janeiro 2009 | 10h59

Pelo menos cinco feridos continuam internados em estado grave em hospitais da cidade, na manhã desta segunda-feira, 19, após serem atingidos pelo desabamento do teto da Igreja Renascer na noite do domingo. Até às 11 horas desta segunda, nove mortes haviam sido confirmadas.   Veja também: Liberado trânsito na Rua Lins de Vasconcelos Casal Hernandes divulga nota sobre desabamento Igreja Renascer divulga lista das vítimas do desabamento  Galeria de fotos: imagens do local e do resgate às vítimas       Entre os pacientes atendidos no Hospital São Paulo, quatro pacientes estavam em estado grave. Outro ferido foi transferido e oito tiveram alta. Dois permaneciam internados e passam bem.   Dos 24 feridos atendidos no Hospital Cruz Azul, dois permanecem internados, um deles está em observação e outro passou por cirurgia ortopédica nesta manhã e também passa bem. As outras vítimas atendidas já tiveram alta médica.   Das 29 vítimas do desabamento socorridas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), duas foram para o Hospital Sabóia com escoriações e já tiveram alta. Dos 20 levados para o Hospital do Servidor Público Municipal (Vergueiro), nove tiveram alta, 11 estão em observação e uma garota de 17 anos, está internada em estado grave na UTI, após passar por cirurgia na cabeça, segundo informações da Secretaria Municipal de Saúde.   No Hospital do Tatuapé, dos quatro feridos atendidos no local, três já receberam alta e um permanece em observação. Os internados nos hospitais Ipiranga (13 pessoas), no São Camilo, (um ferido), no Santa Cruz (uma pessoa), passam bem, segundo a assessoria dos hospitais e da Secretaria de Saúde do Estado.   Lista de vítimas   A assessoria de imprensa da Igreja Renascer em Cristo divulgou, na madrugada desta segunda-feira, uma lista dos feridos no desabamento. A lista divulgada tem 120 nomes, enquanto os bombeiros até agora confirmam a existência de 96 feridos. As buscas por sobreviventes ainda prosseguem no local.   Foto: José Luis da Conceição/AE  Bombeiros trabalham no local e buscam vítimas do desabamento na sede da Igreja Renascer    O teto da sede, na Rua Lins de Vasconcellos, no Cambuci, zona sul de São Paulo, desabou completamente às 18h50 de domingo, no momento em que fiéis do culto das 17 horas saíam e outros chegavam para a celebração seguinte. Cerca de 400 pessoas estavam no local, que tem capacidade para 1.800 pessoas.   Quarenta viaturas do Samu e do Corpo de Bombeiros faziam o resgate dos feridos, que eram levados de ambulância - algumas vindas de outras cidades - para diversos hospitais da região. Uma pista improvisada para pouso de helicópteros também foi montada no local.   Oito imóveis nas imediações do templo foram evacuados e interditados pela Defesa Civil. Somente nesta segunda-feira serão inspecionados para saber se sofreram danos estruturais ou se poderão voltar a ser habitados.  

Mais conteúdo sobre:
Igreja Renascer tragédia na Renascer

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.