Cinco cidades decretam emergência pelas chuvas no interior de SP

Governo do Estado já homologou situação do município de Tatuí; chuvas também causaram danos em Bauru, Lucélia, Arco Íris e Araçariguama

José Maria Tomazela, O Estado de S. Paulo

25 Janeiro 2017 | 16h13

SOROCABA - Cinco municípios do interior já decretaram situação de emergência, este ano, em razão dos estragos causados pelas chuvas que atingem o Estado de São Paulo. Até esta quinta-feira, 25, o governo do Estado havia homologado a emergência no município de Tatuí, região de Sorocaba. 

Na cidade, as chuvas derrubaram quatro pontes e danificaram outras três, isolando bairros da área urbana. A prefeita Maria José Gonzaga (PSDB) entrou com pedido de recursos estaduais e federais para reconstrução e reparos.

Em Bauru, depois que um temporal atingiu a cidade no último dia 18, o prefeito Clodoaldo Gazzetta (PSD) assinou decreto de emergência, publicado no dia 21. Um levantamento indicou danos em ruas e avenidas, estradas rurais, prédios e moradias. 

As chuvas danificaram também os sistemas de drenagem de águas pluviais. A cidade voltou a ser atingida por temporais esta semana. A prefeitura de Lucélia decretou emergência na última segunda-feira, 23, depois da queda de pontes, aterros e danos em vias públicas.

Em Arco Íris, o município entrou em estado de emergência, depois que o Rio Iacri espraiou e danificou duas pontes, deixando oito bairros e uma aldeia indígena em completo isolamento. Uma das pontes teve a estrutura arrancada e a outra ficou sem a cabeceira. 

Em Araçariguama, bairros rurais, como Novo Tigrão, Bom Jardim, Terra Baixa e Santa Ella, estão ilhados em razão da queda de aterros e danos em pontes. A prefeitura pediu ajuda ao governo estadual.

Mais conteúdo sobre:
Zezé Gonzaga PSDB PSD Lucélia Terra

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.