Cidade de São Paulo deixa estado de atenção após pancadas de chuva

Ainda chove fraco com pontos moderados em bairros das zonas sudeste e norte

estadão.com.br, texto atualizado às 21h40

14 de fevereiro de 2012 | 17h24

SÃO PAULO - A cidade de São Paulo deixou o estado de atenção às 21 horas desta terça-feira, 14, após pancadas de chuva atingirem diversas regiões. As zonas leste, centro e a Marginal do Tietê ficaram em atenção das 19h55 às 21h. Na zona sudeste o decreto valeu entre 20h25 e 21h, enquanto que na zona norte, as chuva mantiveram a área em atenção entre 19h55 e 20h25.

As chuvas diminuíram em toda a Região Metropolitana de São Paulo. Conforme imagens de radar, resta apenas chuva fraca com pontos moderados na zona sudeste, nos bairros de Vila Mariana, Ipiranga e Jabaquara, e na zona norte, na região de Santana. Nos municípios do ABC, assim como em Caieiras e Franco da Rocha, observa-se apenas precipitação leve.

Segundo os meteorologistas do Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), a próxima hora ainda segue com pontos de chuva fraca na Grande São Paulo. Na madrugada, a condição é somente de nebulosidade.

Entre 17h e 17h50, as subprefeituras do Butantã, na zona oeste, e do Campo Limpo, na zona sul, ficaram em estado de atenção por causa da chuva. A chuva que atingiu as cidades vizinhas escoaram para alguns rios e córregos da capital, o que justificou o estado de atenção preventivo somente nos dois bairros.

Previsão. Os próximos dias seguem com condições mais típicas de verão na Grande São Paulo. O sol predomina apenas com variação de nuvens e volta a fazer calor no período das tardes com máximas que podem superar os 30ºC. Os índices de umidade relativa do ar entram em declínio nas horas mais quentes do dia, mas devem permanecer acima dos 30%. A nebulosidade aumenta no final do dia com a entrada da brisa marítima, mas são poucas as condições de chuva.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.