Ciclofaixa não abre e provoca protestos

As ciclofaixas de lazer não funcionaram ontem, no feriado da Sexta-feira Santa, o que provocou protestos de usuários. Acostumados à lógica de que os percursos exclusivos para quem está de bicicleta são montados aos domingos e feriados nacionais, os ciclistas ficaram sem entender o motivo da não abertura desses corredores. Muitos pedalaram pelas vias, mesmo sem a demarcação dos cones. Em média, 100 mil usuários passam nas ciclofaixas por dia.

CAIO DO VALLE, O Estado de S.Paulo

30 Março 2013 | 02h04

"Um feriado nacional sem ciclofaixa? Está ficando estranho", criticou um usuário na página do evento no Facebook, acrescentando que o aviso sobre a ausência das ciclofaixas poderia ter sido divulgado antes. Outra ciclista desabafou na internet: "Estamos com um grupo mobilizado para sair e vimos só agora (que a rota não iria abrir)."

Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), responsável pelos 119,7 km de ciclofaixas na capital, o serviço não foi ativado ontem porque o feriado foi "móvel". Ou seja, tratou-se de uma celebração oficial que não cai sempre na mesma data, diferente do Natal, por exemplo.

A definição de que as ciclofaixas de lazer só devem funcionar nos feriados nacionais e aos domingos foi estabelecida pela Bradesco Seguros, patrocinadora do evento. Mas para o cicloativista Willian Cruz, que mantém o blog Vá de Bike (www.vadebike.org), o equipamento poderia abrir aos sábados e também nos outros feriados. "Com certeza, bastante gente iria nesses dias, pois a demanda é grande."

O fato de o serviço não ter funcionado foi um ponto negativo, em sua opinião. "As pessoas esperam que abra. Claro que é uma operação que tem seus custos, mas é uma opção de lazer do paulistano que já se consolidou."

Amanhã. A primeira ciclofaixa de lazer da cidade foi inaugurada em 2009 na zona sul. Desde então, o serviço foi expandido para todas as regiões. Nos dias em que está operante, funciona das 7h às 16h. Amanhã, o serviço será normal, assim como em 21 de abril, Dia de Tiradentes, próximo feriado nacional.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.