Matheus Faria/Divulgação
Matheus Faria/Divulgação

Ciclista que perdeu braço após ser atropelado deixa hospital em SP

Universitário que atropelou David Santos Sousa foi solto na 5ª-feira após pedido de habeas corpus

André Cabette Fábio e Caio do Valle,

25 Março 2013 | 11h31

SÃO PAULO - O ciclista David Santos Sousa, de 21 anos, recebeu alta por volta das 9h do sábado, 23, do Hospital das Clínicas, na zona oeste da capital, onde estava internado desde o último dia 10. O Hospital das Clínicas confirmou a informação da alta de Sousa na manhã desta segunda-feira, 25. Ele perdeu o braço direito em um acidente na Avenida Paulista, quando pedalava para o trabalho. Agora, ele vai passar por sessões de fisioterapia.

Segundo o advogado que o representa, Ademar Gomes, desde sua saída do hospital Sousa está em um flat nos Jardins, na zona sul. O endereço e o telefone do local, no entanto, não foram divulgados a pedido da família do ciclista.

Na quinta-feira, 21, o atropelador de Sousa, o universitário Alex Kozloff Siwek, também de 21 anos, foi solto pela Justiça, após um pedido de habeas corpus de seus advogados. Siwek não prestou socorro e, depois, jogou o braço de Sousa no Córrego do Ipiranga, na zona sul.

Mais conteúdo sobre:
Ciclista bicicleta

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.