Ciclista profissional morre atropelado em Bauru

Hailton Pereira da Silva, de 48 anos, pedalava no acostamento da Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros, quando foi atingido por um Fiat Strada desgovernado

José Maria Tomazela,

15 Março 2013 | 14h24

SOROCABA - O ciclista Hailton Pereira da Silva, de 48 anos, morreu atropelado por um carro na rodovia Comandante João Ribeiro de Barros, na quinta-feira, 14, em Bauru, a 326 km de São Paulo. Ele pedalava sua bike pelo acostamento, num trecho urbano, quando foi atingido por um Fiat Strada, desgovernado. O motorista do carro, W.B., de 19 anos, alegou ter perdido o controle do veículo e capotado, vindo a atingir o ciclista.

Silva morreu na hora. Sua bicicleta ficou destruída. O motorista do carro e B.F., de 25, que estava no banco do passageiro, tiveram ferimentos leves.

Conhecido como 'Ceará', Hailton participava de competições oficiais de ciclismo e representava a cidade nos Jogos Regionais. Ele tinha mais de 20 anos de experiência. Mais de cem ciclistas acompanharam o enterro do atleta na manhã desta sexta-feira, 15. O cortejo seguiu do velório Terra Branca até o Cemitério do Redentor, onde ocorreu o sepultamento.

Muitos ciclistas protestaram com cartazes, cobrando mais ciclovias e segurança. A Polícia Civil aguarda o laudo da perícia técnica para decidir se o responsável pelo acidente vai responder criminalmente. O caso foi registrado como homicídio culposo, quando não há intenção de matar.

Mais conteúdo sobre:
ciclista atropelado bauru

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.