Ciclista é atropelada por ônibus e morre na Paulista

Duas faixas permanecem interditadas no sentido Consolação; mulher discutia com veículo no momento do atropelamento, segundo testemunhas

Camila Brunelli / Solange Spigliatti , estadão.com.br

02 Março 2012 | 10h32

Atualizado às 15h29

SÃO PAULO - Uma ciclista de aproximadamente 35 anos morreu atropelada por um ônibus na Avenida Paulista, próximo à Rua Pamplona. O atropelamento foi em torno das 10h10 desta sexta-feira, 2.

A bióloga Juliana Dias, de 33 anos, trabalhava no Hospital Sírio Libanês, morava na Vila Mariana e fazia esse percurso há mais ou menos um ano.

Segundo o coronel Benjamin Francisco Neto, comandante do 11 ° Batalhão, uma testemunha do acidente afirmou que a vítima estava discutindo com um carro e tentava cruzar a avenida quando se desequibrou, caiu e foi atropelada pelo ônibus da Via Sul, que fazia a Linha Sacomã-Pompéia 478-P-31, que não conseguiu frear. Outra testmunha diz que a discussão era com um segundo ônibus.

A perícia está no local - o corpo ainda não havia sido retirado até meio-dia desta sexta e duas faixas no sentido Consolação estão bloqueadas. Agentes da CET ajudam a orientar os motoristas, mas a avenida tem cerca de 2 km de congestionamento. O caso foi registrado no 78° DP, para onde foram encaminhados o motorista e as pessoas que testemunharam o acidente.

Mais conteúdo sobre:
Ciclista atropelamento Avenida Paulista

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.