Chuvas já mataram 23 em São Paulo; cinco cidades estão em alerta

Segundo a Defesa Civil, desde 1.º de dezembro 73 municípios foram afetados pelo mau tempo

Marília Lopes, Central de Notícias

13 Janeiro 2011 | 14h43

Cinco cidades do Estado de São Paulo estão em estado de alerta por causa da chuva: Mauá, Atibaia, Jundiaí, Sumaré e São José dos Campos. Já os municípios de Bragança Paulista, Campo Limpo Paulista, Hortolândia, Jarinu, Nazaré Paulista, Piracaia, Valinhos, Várzea Paulista, Mairinque, Sorocaba, Votorantim, Jacareí, Santa Branca, Cubatão, Guarujá, Santos e São Vicente estão em estado de atenção.

 

Veja também:

linkTrens continuam parados em Franco da Rocha

linkSão Paulo já teve toda a chuva esperada para janeiro

O Estado registra 23 mortes em decorrência das chuvas e 22 pessoas feridas. Segundo a Defesa Civil, desde o dia 1.º de dezembro, quando começou a Operação Verão, 73 municípios já foram afetados pelos temporais. Quase duas mil pessoas estão desabrigadas (aquelas que perderam tudo e precisam de abrigos públicos) e mais de nove mil se encontram desabrigadas (aquelas que podem contar com a ajuda de vizinhos e familiares).

Os temporais provocaram ontem quedas de barreiras e de árvores. Em Amparo, pouco antes da meia-noite, uma árvore e uma barreira caíram. Segundo o 4.º Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual (PRE), a Rodovia Engenheiro Constâncio Cintra ficou totalmente interditada no quilômetro 121. Equipes do Corpo de Bombeiros, PRE e do Departamento de Estradas de Rodagem (DER) trabalham na limpeza da rodovia.

Em Jambeiro, próximo a São José dos Campos, as chuvas também causaram a queda de barreiras e de árvores. Por volta das 21 horas, a Rodovia Professor Julio de Paula Moraes ficou interditada no km 29,4 nos dois sentidos. Em Vinhedo houve deslizamento de uma encosta na Vila Junqueira, por volta das 14 horas. Segundo a Coordenadoria Municipal de Defesa Civil (Comdec), 23 casas próximas à encosta são monitoradas. Até o começo desta tarde, as cerca de 90 pessoas que moram no local não precisaram deixar suas casas. Ninguém ficou ferido.

 

Em Araçariguama, na Grande São Paulo, o Rio Tietê transbordou e causou inundações em vários bairros da cidade. Segundo a Comdec, 22 casas ficaram danificadas e mais de 50 pessoas estão desalojadas. Não houve vítimas. Os rios Olaria e Barril transbordaram e causaram inundações em Cananeia. Oito casas foram danificadas e cerca de 20 pessoas estão desalojadas. De acordo com a Comdec, não há registro de mortos ou feridos.

Mais conteúdo sobre:
chuvaSPalerta

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.