Defesa Civil/Sorocaba
Defesa Civil/Sorocaba

Chuvas atrasam obra e falta de água pode se prolongar em Sorocaba

Pelo menos 500 mil pessoas estão sem abastecimento desde o rompimento de uma adutora na terça-feira, 1º

José Maria Tomazela, O Estado de S.Paulo

04 Fevereiro 2017 | 12h19

SOROCABA - As chuvas que atingiram a região Sudeste na manhã deste sábado, 4, prejudicavam as obras de recuperação de uma adutora e a falta de água pode se estender até terça-feira, 7, em Sorocaba, interior de São Paulo. Pelo menos 500 mil pessoas estão sem abastecimento desde o rompimento da adutora durante um temporal, na noite de terça-feira, 31. O prefeito José Crespo (DEM) admitiu que a normalização do abastecimento "está nas mãos de São Pedro". 

A cidade está em estado de emergência desde a quarta-feira, 1º. Cerca de 50 caminhões-pipas estão abastecendo escolas e creches, que passaram a manter os portões abertos para atender a população, depois que as unidades foram invadidas por moradores em busca de água. Em bicas naturais, localizadas na zona norte, moradores fazem fila para pegar água, mas as chuvas também prejudicam o acesso às minas. Os estoques de galões de água se esgotaram nos supermercados e o preço disparou.

Mais conteúdo sobre:
Chuvas São Paulo Sorocaba

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.