Chuvas afetaram 300 prédios em São Luiz do Paraitinga, diz IPT

Órgão ainda analisará conjunto histórico, com 470 construções; das 80 avaliadas, metade terá de ser restaurada

Priscila Trindade, da Central de Notícias,

06 Janeiro 2010 | 19h06

Cerca de 300 casas e prédios foram afetados em São Luiz do Paraitinga, no interior de São Paulo, pela enchente do dia 1º de janeiro deste ano, segundo o balanço divulgado nesta quarta-feira, 6, pelo Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo (IPT).

 

Veja também:

linkSerra visita São Luiz do Paraitinga e anuncia ajuda

linkLeia a cobertura completa sobre a tragédia em São Luiz do Paraitinga

 

O órgão irá analisar o conjunto arquitetônico histórico da cidade composto por cerca de 470 construções. Das 80 edificações já avaliadas, quase metade terá que passar por obras de restauração, incluindo 28 casas no entorno do coreto da cidade.

 

Metade do prédio da Prefeitura, que abrigava uma biblioteca, terá de ser restaurado. O Fórum e o cartório de São Luiz de Paraitinga ficaram inundados e os registros podem ser perdidos. Quatro técnicos do IPT estão no município para auxiliar nos trabalhos.

 

O IPT informou que no intervalo de 24 horas, choveu 160 milímetros na cidade. O instituto investigará os fatores que fizeram com que o Rio Paraitinga subisse 10 metros, três metros acima da pior inundação registrada na região.

Mais conteúdo sobre:
São Luiz do Paraitinga SP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.