Hélvio Romero/Estadão
Hélvio Romero/Estadão

Chuva provoca transbordamento do Tietê e inunda vários pontos de São Paulo

Vários pontos estão intransitáveis para veículos de passeio; zonas norte e oeste são as mais afetadas

Bibiana Borba e Paulo Beraldo, O Estado de S.Paulo

07 Abril 2017 | 05h16
Atualizado 07 Abril 2017 | 09h38

A capital paulista amanheceu com dezenas de pontos bloqueados, nesta sexta-feira, 7, em razão de alagamentos causados pelo temporal da madrugada. O Rio Tietê transbordou e provocou interdições ao longo da Marginal até em torno das 8 horas.

Depois, o trânsito voltou a fluir dentro da Capital mas, como reflexo, os congestionamentos se estenderam pelas rodovias de acesso. Além de carros submersos ou com problemas mecânicos, muitos caminhões formaram filas nas estradas para aguardar o final de horário de restrição, às 9 horas.

A precipitação ultrapassou a média histórica para todo o mês de abril. As zonas norte e oeste foram as mais afetadas. A recomendação da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) é que os motoristas evitem a região do Tietê ao menos até o final da manhã.

O rodízio de veículos e as restrições para caminhões permaneceram inalterados. Segundo o presidente da CET, João Octaviano Machado Neto, a equipe avaliou que mais veículos nas ruas poderiam piorar as condições do trânsito. "Não houve liberação do rodízio porque a situação é mais localizada nas marginais. Liberar significaria colocar 20% de veículos a mais nas ruas, com situação já crítica", explicou, em entrevista ao jornal da manhã da Rádio Eldorado.

Ainda assim, o presidente admitiu que eventuais infrações de trânsito emitidas por radares poderão ser revisadas, através de recurso, devido ao dia atípico. Nas ruas, os agentes também foram orientados a flexibilizar penalizações nas áreas alagadas. "As equipes nas marginais têm bom senso e percepção deste momento, ajudando as pessoas a saírem da situação angustiante que é ficar preso no trânsito ao lado de um alagamento", disse.

Muitos motoristas aguardaram a chegada de guinchos na Marginal do Tietê, desde a madrugada, devido a problemas mecânicos. Em alguns pontos, veículos transitaram pela contramão para desviar das interdições. O Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) registrou até 15 pontos intransitáveis.

Durante a madrugada, os bombeiros atenderam 32 ocorrências de alagamentos e inundações na Capital. Ao menos oito córregos transbordaram desde a noite passada. Mais de 50 semáforos ficaram desligados ou em amarelo piscante, conforme a CET.

Na Região Metropolitana, também atingida pelo temporal, um homem desapareceu após cair em um córrego, em São Roque. Não há relatos de outras vítimas das chuvas até o momento.

Mais conteúdo sobre:
São Paulo Marginal Tietê

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.