Chuva se intensifica e deixa SP em atenção; trânsito pára cidade

Lentidão chegava a 202 km por volta das 17h30; Congonhas ficou fechado devido ao temporal desta tarde

Fabiana Marchezi, do estadao.com.br,

02 Dezembro 2008 | 15h50

A chuva forte o excesso de veículos complicavam o tráfego pelas principais vias da capital paulista na tarde desta terça-feira, 2. Às 17h30, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) registrava 202 quilômetros de congestionamento em toda a cidade. O índice representa 24,2% dos 835 quilômetros monitorados, acima da média de 11,8%. A tendência é que a situação na cidade piore na próxima hora. O Aeroporto de Congonhas, na zona sul, ficou fechado por conta do temporal durante 12 minutos.   Veja também: Como o trânsito parou São Paulo e os números da frota As medidas que ajudariam a aliviar o trânsito na capital  Dossiê Estado: os números do trânsito em SP   Acompanhe a situação do trânsito rua-a-rua        O Centro de Gerenciamento de Emergência colocou a cidade em estado de atenção por volta das 16 horas, por conta da chuva, que vem acompanhada de descargas atmosféricas, ventos de rajada e, eventualmente pode ocorrer queda de granizo. Por volta das 17h30, havia dois pontos de alagamento na cidade, ambos transitáveis: na Avenida Rio Branco, próximo ao número 737, e na Avenida 23 de Maio, na altura da Praça da Bandeira, no centro.   Essas chuvas são provocadas por áreas de instabilidade associadas às temperaturas elevadas e à aproximação de um frente fria que muda o tempo para o paulistano na quarta-feira. Segundo o CGE, nesta terça, os termômetros chegaram a marcar 31º.   O temporal atingiu com mais intensidade a zona norte e a região do Ipiranga, na zona sudeste. Na Grande São Paulo, Guarulhos e Osasco foram as cidades mais atingidas. O Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil não registraram ocorrências referentes ao temporal.   Pontos de lentidão se interligam nos principais corredores, formando um nó de trânsito. Arte: CET   Piores pontos de lentidão   - Marginal do Tietê, na pista expressa, sentido Rodovia Castelo Branco, desde a Ponte Aricanduva até a Rodovia Castelo Branco, com 21.100 metros. - Marginal do Pinheiros, na pista expressa, sentido Interlagos, desde a Rodovia Castelo Branco até a Ponte Ary Torres, com 10.100 metros. - Marginal do Tietê, na pista local, sentido Rodovia Castelo Branco, desde a Ponte do Limão até a Rodovia Castelo Branco, com 9.500 metros.   Situação dos principais corredores   Zona Sul - Avenida dos Bandeirantes: congestionada por 7,1 quilômetros, no sentido Imigrantes, desde a Marginal do Pinheiros até o Viaduto Aliomar Baleeiro. - Avenida Ibirapuera: morosidade em 2,6 quilômetros, no sentido bairro, desde a Rua Mondego até a Avenida dos Bandeirantes.   Zona Oeste - Avenida Rebouças: congestionada por 1,2 quilômetros no sentido centro, desde o desemboque do Túnel Maria Carolina até a Avenida Brasil. - Ligação Leste-Oeste: lenta em 1,8 quilômetro, no sentido Penha, desde a Praça Pérola Byington até a Avenida Alcantara Machado.   Zona Leste - Radial Leste: lentidão em 2 quilômetros, no sentido bairro, desde o Viaduto Alberto Badra até a Travessa Matilde. - Avenida Aricanduva: congestionamento em 900 metros, sentido Marginal, desde a Rua Julio Colaço até a Radial Leste.   Centro - Avenida do Estado: engarrafada por 3,4 quilômetros, no sentido Ipiranga, entre as ruas David Bigio e 31 de Março. - Avenida Paulista: com lentidão em 1,8 quilômetro, no sentido Consolação, desde a Praça Oswaldo Cruz até a Rua Peixoto Gomide.   Atualizado às 17h30 para acréscimo de informações.

Mais conteúdo sobre:
trânsito em SPchuva em SP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.