Marco Antônio Carvalho/Estadão
Marco Antônio Carvalho/Estadão

Chuva provoca alagamentos em São Paulo; cidade entra em estado de atenção

Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), da Prefeitura, entrou em estado de atenção para alagamentos em todas as regiões da cidade

Redação, O Estado de S.Paulo

25 de janeiro de 2021 | 20h54

Uma forte chuva atingiu a cidade de São Paulo na noite desta segunda-feira, 25. O Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), da Prefeitura, entrou em estado de atenção para alagamentos em todas as regiões da cidade. Segundo o órgão, a chuva foi mais forte em áreas da zona norte e da zona leste da capital. 

No centro da cidade, a Avenida São João registrou alagamento que bloqueou toda as faixas da via, na altura da Rua Helvetia. Carros e motos trafegaram pela ciclovia no canteiro central para escapar da força da água. Lojas fecharam as portas às pressas para evitar prejuízos maiores com o avanço da água. 

De acordo com o CGE, as precipitações mais significativas foram registradas nos bairros de Perus, Jaraguá e Freguesia do Ó, na zona norte. Na zona leste, as pancadas de chuva se concentraram com mais intensidade em Itaquera, São Miguel Paulista e Itaim Paulista. "A precipitação tem rápido deslocamento e deve atingir as demais localidades da cidade. Há potencial para rajadas de vento, áreas de alagamento intransitáveis e devido ao acumulado de chuva dos últimos o solo encharcado aumenta o risco de deslizamentos de terra", alertou o centro.

O Corpo de Bombeiros informou às 21h que nas três últimas horas recebeu três chamados para desabamento/desmoronamento, cinco chamados para enchentes e 32 chamados relativo a quedas de árvores. 

O órgão municipal explicou que o padrão atmosférico continua indicando chuvas típicas de verão para a próxima semana. "Portanto, as chuvas ocorrem durante as tardes em função das temperaturas elevadas e da umidade disponível na atmosfera, gerando precipitação de até forte intensidade e mal distribuídas entre as regiões da cidade."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.