Chuva persiste na capital, causa acidentes e falta de energia

Diversos semáforos estão apagados ou no amarelo piscante; Avenida Aricanduva concentra boa parte dos trechos sem energia elétrica

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

20 de agosto de 2011 | 07h15

SÃO PAULO - A chuva que atinge a capital paulista desde o final da noite de sexta-feira, 19, de forma fraca e, às vezes moderada, não causa, por enquanto, nesta manhã de sábado, 20, pontos de alagamento segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET).

 

Porém, entre as 23 horas de sexta-feira e as 7 horas deste sábado, foram registrados na cidade de São Paulo pelo menos 10 acidentes com vítimas, dois deles por volta das 6 horas, com um saldo de três feridos.

 

Uma colisão entre caminhão e ônibus bloqueia uma das faixas de rolamento da pista expressa da Marginal do Tietê no sentido Castello Branco junto à Ponte do Piquei, na zona oeste. Um veículo de passeio bateu contra uma árvore na pista sentido bairro da Avenida Braz Leme próximo da Rua Doutor Mello Nogueira. Duas pessoas ficaram feridas. O choque causa o bloqueio da avenida neste ponto.

 

A chuva também causa falta de energia elétrica principalmente na zona leste da cidade. A maioria dos pontos sem energia está concentrada na Avenida Aricanduva. Entre alguns trechos com problemas estão: Radial Leste junto à Avenida Melchert e Avenida Aricanduva esquina com as ruas Manilha, Arrabalde da Ponte e Fortuna de Minas; e junto às avenidas Dalila, e Arraias do Araguaia.

 

Semáforos apagados ou no amarelo piscante são detectados pela CET em várias vias, entre elas: Avenida Paulista, Avenida Brigadeiro Faria Lima, Rua Estados Unidos, Rua Pedro de Toledo, Avenida Rebouças, Avenida Ragueb Chofhi e Rua Bela Cintra.

 

Durante toda a madrugada, áreas de instabilidades, associadas com a frente fria que chega ao estado, atingiram a região metropolitana de São Paulo. Uma nova área chegou à capital e já causa chuva fraca a moderada na zona sul. Nos outros bairros da cidade, a precipitação é leve. As áreas se deslocaram com alta velocidade e continuam com intensidade fraca por vezes moderada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.