Chuva perde intensidade e capital paulista deixa estado de atenção

Rajadas de vento de 65 km/h foram registradas na região do Aeroporto de Guarulhos, na Grande São Paulo

estadão.com.br, texto atualizado às 17h12

09 de fevereiro de 2012 | 14h40

SÃO PAULO - As instabilidades que atingiram a capital paulista na tarde desta quinta-feira, 9, perderam força. De acordo com imagens de radar, resta apenas precipitação fraca em praticamente toda as zonas leste e norte. Nas demais regiões e na Grande São Paulo, há incidência de chuviscos e nebulosidade.

As zonas sul, oeste, centro e a Marginal do Pinheiros ficaram em atenção entre 14h10 e 15h35. Na zona norte o decreto foi válido entre 15h15 e 15h35. As zonas leste e sudeste ficaram em atenção entre 14h10 e 16h27, enquanto que na Marginal do Tietê o estado durou entre 15h15 e 16h27.

Segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), às 15 horas, o Aeroporto de Guarulhos, na Grande São Paulo, registrou rajadas de vento de 65 km/h. No mesmo horário, a velocidade dos ventos atingiu os 45 km/h no aeródromo do Campo de Marte, na zona norte. Às 14h22, o Aeroporto de Congonhas, na zona sul, registrou rajadas de 50 km/h. A precipitação não causou alagamentos na cidade.

Previsão. Na sexta-feira, 10, o tempo será de sol entre nuvens e sensação de tempo abafado na capital paulista. Os termômetros mais uma vez ficam próximos dos 30ºC. No fim da tarde ocorrem pancadas de chuva de forma isolada e com potencial para a formação de alagamentos. A aproximação de uma frente fria muda de vez o tempo a partir do sábado, 11.

O forte calor e os baixos índices de umidade relativa registrados ao longo da semana estão com os dias contados. O final de semana será chuvoso e com temperaturas que não devem superar os 25ºC.

Tudo o que sabemos sobre:
chuvaatençãoCGE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.