Chuva perde a força e São Paulo deixa o estado de atenção após uma hora

Temporal provocou alagamentos, queda de árvores, fechou Congonhas e deixou o metrô lento

Estadão.com.br, atualizado às 17h34

27 Março 2012 | 16h15

SÃO PAULO - A chuva perdeu a intensidade e São Paulo deixou o estado de atenção na tarde desta terça-feira, 27, após cerca de uma hora. Segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), o decreto durou das 15h55 às 16h55 nas zonas sul, oeste, norte e o centro, além das marginais do Tietê e do Pinheiros. Já na zona leste, o alerta ficou das 16h20 às 16h55.

O CGE e a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) registraram ao menos nove pontos de alagamento, sendo quatro intransitáveis: no encontro entre a Avenida Sumaré com a Rua Turiaçu e a Praça Marrey Júnior; Avenida 9 de Julho, com o Viaduto Eusébio Stevaux; Praça Pascoal Martins com a Avenida Marquês de São Vicente; e Túnel Anhangabaú.

Ao menos 32 semáforos apresentaram problemas após o início da chuva nesta tarde, segundo a CET. Os cruzamentos estão com faróis apagados ou em amarelo piscante. Também foram registradas ao menos 16 quedas de árvore na cidade.

O temporal fez o Aeroporto de Congonhas, na zona sul da cidade, fechar por quase 20 minutos, até as 16h10. Já o terminal aéreo de Cumbica, em Guarulhos, a situação ficou normal para pousos e decolagens durante a chuva.

Por causa da chuva, todas as linhas do metrô operaram com velocidade reduzida, segundo informações da companhia. Além disso, uma interferência na via na Estação Palmeiras-Barra Funda afetou o funcionamento do sistema.

A chuva foi provocada por áreas de instabilidade que se formaram no interior do Estado e se deslocaram para a capital paulista e região metropolitana. De acordo com o CGE, a área de precipitação teve alguns pontos fortes e veio acompanhada de descargas elétricas e vento.

Previsão. Na quarta, as temperaturas ficam mais baixas e o tempo deve permanecer fechado e chuvoso, com previsão semelhante para quinta-feira. As chuvas devem ser intermitentes e mais fracas.

 

Mais conteúdo sobre:
chuva CGE cet alagamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.