Keiny Andrade/AE
Keiny Andrade/AE

Chuva no feriado alaga zona norte, ABC e as duas marginais

Volume de água que caiu entre segunda-feira e a manhã de ontem em SP foi 46% do total esperado para o mês de novembro

Márcio Pinho, O Estado de S.Paulo

16 Novembro 2011 | 03h02

Quem decidiu passar o feriado da Proclamação da República em São Paulo, e mesmo quem voltava de viagem, teve de enfrentar ontem alagamentos causados pela forte chuva que caiu na Região Metropolitana pela manhã.

O Ribeirão dos Meninos, em São Caetano do Sul, transbordou, afetando o trânsito na região do ABC. Na capital, foram 16 pontos de alagamento, todos transitáveis, de acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE). O estado de atenção foi decretado às 12h para todas as regiões da cidade e acabou às 15h35.

A situação mais crítica ocorreu na zona norte. Na Rua Rubens de Souza Araújo, na Vila Mangalot, duas pessoas tiveram de ser resgatadas de bote pelo Corpo de Bombeiros. Na mesma região está a Marginal do Tietê, que teve três pontos de alagamento (altura das Pontes dos Remédios, do Limão e na região da Mooca). A Marginal do Pinheiros teve outros pontos de alagamento.

Outro estrago causado pela chuva foi na Aclimação (região sul). Uma árvore caiu e interditou a Rua Castro Alves. Dois veículos foram atingidos, mas não houve vítimas, segundo a CET. Os maiores índices pluviométricos foram registrados na Subprefeitura do Ipiranga (52,8 mm) e do M'Boi Mirim (51 mm).

Somente entre meia-noite de segunda-feira e 13h de ontem, choveu em média 67,4 mm, aproximadamente 46% da média total esperada para o mês de novembro, que é de 146 mm. A partir de hoje a chuva diminui, mas o frio continua até amanhã.

Paraná. As chuvas que caíram desde o fim de semana em várias regiões do Paraná começaram a dar trégua ontem, mas ainda persistiam, sobretudo do centro para o leste do Estado. Em Curitiba, apesar de fraca, a chuva caiu durante todo o dia. Segundo a Defesa Civil do Paraná, as chuvas afetaram até 6 mil pessoas em Umuarama. No fim de semana, caiu granizo em Guarapuava. O mesmo fenômeno aconteceu ontem em Jaú, no interior de São Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.