Chuva mata 1 e provoca prejuízos em MS; no PR, granizo danifica 1,5 mil casas

CLIMA

, O Estado de S.Paulo

26 Setembro 2010 | 00h00

Uma chuva forte de granizo com ventos de até 70 km/h derrubou 30 árvores e destelhou casas e o Mercado Municipal de Campo Grande (MS), entre outros prejuízos. Bairros da capital ficaram inundados e seis torres de alta tensão caíram. Na Aldeia Limão Verde, a 60 km de Ponta Porã, o índio José Arce, de 45 anos, morreu após sua casa ser atingida por um raio. Outras oito cidades do interior do Estado também tiveram problemas. No Paraná, pelo menos 1,5 mil casas foram danificadas pela queda de granizo no sábado, em Campo Mourão (PR), mas o Corpo de Bombeiros diz que esse número pode subir para 2,5 mil. Veículos e vitrines de lojas também foram danificadas. Quatro pessoas tiveram ferimentos leves, ontem, ao tentar consertar telhados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.