Filipe Araujo/AE
Filipe Araujo/AE

Chuva isola Franco da Rocha, na Grande São Paulo

Prefeitura, delegacia, escolas e outros imóveis estão cercados por água no centro da cidade

Priscila Trindade - Central de Notícias,

12 Janeiro 2011 | 10h46

SÃO PAULO - Parte do centro da cidade de Franco da Rocha, na Grande São Paulo, permanecia alagado na manhã desta quarta-feira, 12, após a forte chuva que atingiu a região desde a madrugada de terça-feira, 11. Não há informações sobre feridos.

 

Estão cercados pela água o prédio da Prefeitura, o Fórum, a delegacia, escolas e outros imóveis. O Corpo de Bombeiros chegou a atender ocorrências de moradores ilhados. De acordo com a Defesa Civil, as duas entradas para a cidade - de Mairiporã e Caieiras - estão inacessíveis.

 

Na manhã de ontem a Prefeitura havia informado que a área central do município estava alagada, impossibilitando a abertura do comércio. Foi determinado às secretarias municipais "providências a minimizar os efeitos decorrentes das chuvas".

 

Veja também:

link Linha 7 da CPTM está interrompida há 5 horas

link Chuva abre cratera que engole carro

link Alckmin promete R$ 800 milhões após caos

especial ARTIGO: O tempo perdeu as estribeiras

especial OPINIÃO: São Paulo pode conter as enchentes

 

O transporte também foi afetado na região. Um alagamento interrompe a circulação de trens desde 4h30, no trecho entre as estações Caieiras e Franco da Rocha, na linha 7, Rubi (Luz - Francisco Morato), da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM). A companhia acionou o Plano de Auxílio entre as Empresas em Situação de Emergência (Paese), com transporte gratuito por ônibus, para completar a viagem de quem necessita passar pelo trecho.

 

Em caso de necessidade, é possível contatar a Defesa Civil e a Guarda Municipal de Franco da Rocha pelos telefones 4443-7644 ou 153.

Mais conteúdo sobre:
chuvas Franco da Rocha

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.