Prefeitura de Ubatuba/Divulgação
Prefeitura de Ubatuba/Divulgação

Chuva intensa atinge litoral norte e deixa famílias desabrigadas em Ubatuba

Prefeitura pediu a doação de material de higiene pessoal, água, alimentos não perecíveis, toalhas, roupas e cobertores para as famílias que perderam tudo na enchente

José Maria Tomazela, O Estado de S.Paulo

02 de janeiro de 2021 | 15h29

SOROCABA - Chuvas intensas atingiram o litoral norte de São Paulo entre a noite de sexta-feira (1) e a madrugada deste sábado (2). Em Ubatuba, a cidade mais atingida, bairros inteiros ficaram alagados. Equipes da Defesa Civil e dos bombeiros removeram famílias que ficaram ilhadas. Na manhã deste sábado, 16 pessoas que ficaram desabrigadas foram levadas para o Ginásio Tubão e a Escola Municipal Tancredo Neves. A prefeitura pediu a doação de material de higiene pessoal, água, alimentos não perecíveis, toalhas, roupas e cobertores para as famílias que perderam tudo na enchente.

Conforme a Defesa Civil, choveu mais de 120 milímetros em dez horas. Ao todo, 45 bairros e o centro da cidade foram atingidos por inundações e quedas de árvores. Em muitos deles, a água atingiu mais de um metro de altura no interior das casas. Seis famílias foram retiradas de casas alagadas na rua Acre, no centro.

Carros de moradores e turistas foram arrastados pela enxurrada. As praias Grande, Enseada, Vermelha e Saco da Ribeira tiveram a faixa de areia tomada por detritos arrastados pela correnteza. A coleta de lixo foi afetada devido à interdição da ponte que dá acesso à área de transbordo. No início da tarde, o serviço foi retomado.

O temporal afetou também o abastecimento de água. De acordo com a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), o tratamento de água foi interrompido devido à grande quantidade de galhos, lama e pedras que bloqueou as captações durante as fortes chuvas. Havia previsão de que o abastecimento só fosse recuperado na noite deste sábado. A prefeita Flavio Pascoal (PL), que assumiu a prefeitura na sexta, realizou uma reunião de emergência com o novo secretariado para adotar medidas visando à recuperação da cidade.

Em Caraguatatuba, as chuvas alagaram ruas no bairro Perequê-Mirim e também afetaram a captação na represa Mococa, que atende a região norte do município. Os bairros da região estavam sem água e eram atendidos por caminhões-pipa. A Sabesp informou que trabalhava para retomar o pleno abastecimento ainda neste sábado. Em São Sebastião, houve queda de árvores em Barra do Una, Boiçucanga e Cigarras. Algumas ruas ficaram temporariamente interditadas.

Morte no interior

Em Itaí, no interior de São Paulo, um menino de dez anos morreu, no fim da tarde de sexta-feira (1), ao ser arrastado pela enxurrada formada pela chuva. De acordo com o Corpo de Bombeiros, Gean Carlos dos Santos andava de bicicleta com outra criança quando ambos caíram na área alagada e foram carregados pela água. O outro menino se agarrou na grade de um bueiro e conseguiu escapar. Gean desapareceu na galeria que deságua no Córrego dos Carrapatos. Ele ainda foi retirado da água com vida e levado ao pronto-socorro de Itaí, mas não resistiu.  

 Em Botucatu, os bombeiros resgataram no início da madrugada deste sábado (2) uma família com sete pessoas que havia desaparecido na Cachoeira da Indiana, durante um temporal. Os familiares - três homens, duas mulheres e dois adolescentes - visitava a cachoeira quando caiu um temporal. O rio subiu rapidamente e eles ficaram presos em meio à água, agarrados à vegetação. Os bombeiros foram acionados por volta das 21 horas e, após encontrarem o carro das vítimas fechado sobre o barranco, iniciaram as buscas. Depois de percorrer dois quilômetros de trilhas, a equipe ouviu os gritos das vítimas. As pessoas estavam molhadas e apresentavam sinais de hipotermia. A família recebeu atendimento e foi liberada. O temporal também causou quedas de muros, árvores e alagamentos na cidade.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.