Chuva gerada por tempo abafado provoca alagamentos em SP

Temporal só não deixou zona norte em estado de atenção; com calor de 33ºC, atores criaram 'praia' na Paulista

Rita Cirne e Ítalo Reis, estadao.com.br

06 Março 2009 | 15h11

Um temporal atingiu grande parte da capital paulista na tarde desta sexta-feira, 6, enfraqueceu e começou a se deslocar em direção ao Vale do Paraíba, segundo o Centro de Gerenciamento de emergências (CGE). Por causa das chuvas, as zonas sul, oeste, sudeste, central, leste e a região das marginais do Tietê e do Pinheiros ficaram em estado de atenção por quase uma hora e meia. A precipitação provocou ao menos 17 pontos de alagamento na cidade. Com o fim das pancadas, já por volta das 19h30 não havia mais trechos intransitáveis e às 21h, nenhum alagamento.   Veja também:  Galeria: atores criam 'praia' na Paulista Temperatura em SP está 6ºC acima da média Confira os pontos considerados críticos Ciclone extratropical chega ao Sudeste    Segundo o CGE, o sol favoreceu a elevação das temperaturas na cidade e a máxima atingiu 33,9º. O calor e a propagação de uma frente fria de fraca atividade pelo oceano geraram áreas de instabilidade provocaram essas pancadas de chuva. Segundo os meteorologistas, a noite e a madrugada seguem com variação de nuvens e poucas condições de chuva.   Brincadeira   Os grupos Bote no Contra Fluxo e Urubus, para não ficarem só com a vontade de ir à praia num dia de calor, resolveram criá-la em um dos principais centros ecônomicos de São Paulo. O grupo de atores resolveu trocar os trajes normalmente vistos na Avenida Paulista - os paletós, gravatas, sandálias e bolsas - por roupas de banho, e transformaram o local na verdadeira 'praia' do paulistano. E com a chuva, até mesmo água tinha. Só faltou a areia.     Atualizado às 21 horas.  

Mais conteúdo sobre:
chuva em SPCGEclima

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.