Fábio Vieira/Fotorua
Fábio Vieira/Fotorua

Chuva forte e rompimento de galeria abrem cratera na região central

Um carro passava pelo local no momento que o buraco se abriu; de acordo com testemunhas, motorista estava sozinho e não se feriu. Reparos na via, que ficou interditada, devem terminar nesta sexta-feira, 10

Da Redação, O Estado de S.Paulo

09 de janeiro de 2020 | 19h21

SÃO PAULO - O rompimento de um ramal de uma galeria pluvial abriu uma cratera na rua Carlos Comenale, na Bela Vista, região central de São Paulo, na manhã desta quinta-feira, 9. A chuva forte da noite anterior ajudou no rompimento. Um motorista de aplicativo passava no local no momento que o buraco se abriu. Segundo testemunhas, ele estava sozinho e não se feriu.

“Eu estava aqui bem na hora que aconteceu. O carro fez o balão, entrou na via e, de repente, o chão se abriu. O motorista deu sorte. Ele estava sozinho e conseguiu sair pela porta do passageiro. Pelo que vi, não se machucou”, disse Vagner Araújo da Silva, de 54 anos, que trabalha com geradores de energia e estava prestando serviço para o mirante 9 de Julho, que fica ao lado.

Motoristas e motociclistas que passaram pela via reclamaram das condições do asfalto. “Olha, fico imaginando em quantas vias da cidade pode acontecer algo assim”, disse o técnico em informática, Douglas Pascoal, de 41 anos.

Já o motoqueiro Henrique Santos, 38 anos, só conseguia olhar para o buraco e pensar que “se fosse uma moto, ia acabar em tragédia.” 

Curiosos, pedestres que passavam pelo local tiravam selfies. 

Em nota, a Subprefeitura da Sé afirmou que já está realizando os reparos necessários e que deve finalizar o conserto no local até esta sexta-feira. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.