Chuva forte deixa seis mortos na capital

No Jardim Ângela, duas crianças morreram soterradas devido a deslizamento de terra

estadao.com.br,

03 de dezembro de 2009 | 23h04

Bombeiros socorrem pessoas em casa soterradas, no Jardim Ângela. Fotos: José Patrício/AE

 

SÃO PAULO - A forte chuva que atingiu a região metropolitana de São Paulo, na tarde desta quinta-feira, 3, deixou pelo menos seis mortos e dois desaparecidos, segundo a Defesa Civil e os bombeiros. O Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) teve de colocar toda a capital paulista sob estado de atenção, das 16 horas às 19h30. Somente na estação do CGE do centro houve 53 milímetros de precipitação, 25% do esperado para todo o mês.

 

Durante a madrugada desta sexta-feira, três desabamentos deixaram um saldo de uma pessoa morta e sete feridas no município de Mauá, na região metropolitana de São Paulo.

 

Algumas casas da Favela do Jardim Elida, localizadas na altura do nº 1.404 da Estrada do Carneiro, vieram abaixo. A informação que partiu de testemunhas e chegou ao Centro de Operações dos Bombeiros (Cobom) era de que várias pessoas teriam sido soterradas. Uma homem morreu no local e, até as 2h30, os bombeiros haviam resgatado um casal, que sofreu ferimentos leves.

 

Veja também:

link Chuvas travam trânsito e deixam três mortos em São Paulo

 

Trânsito

 

A lentidão do trânsito chegava a 218 km na cidade. Faltou luz em três bairros - Bom Retiro, Itaim-Bibi e São Mateus, a partir de 17 horas. Três horas depois, a energia ainda não havia sido restabelecida. Houve cenas de alagamento em vários pontos da cidade e moradores levantaram a possibilidade de falta de manutenção das bocas de lobo e de varrição. A subprefeitura local, no entanto, nega.

Procurado, o prefeito Gilberto Kassab (DEM) também negou que existissem problemas de varrição. "Acho um absurdo que uma cidade como São Paulo gaste com limpeza urbana um terço (R$ 1,2 bilhão) do que gasta com saúde. Acho que tem algum equívoco." O CGE alerta que uma frente fria atua sobre São Paulo, deixa o tempo instável e há risco de novas tempestades nesta sexta-feira.

 

 

(Com Lais Cattassini e Ricardo Valota)

Tudo o que sabemos sobre:
chuvaSão Paulodeslizamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.