Chuva forte deixa 3 pontos de alagamentos na zona oeste

Motoristas precisavam desviar dos alagamentos em dois trechos da avenida Pompéia e na Conselheiro Brotero

Solange Spigliatti, do estadao.com.br

12 de janeiro de 2008 | 13h11

A forte chuva que atingiu a cidade por volta das 12 horas causou a formação de três pontos de alagamentos, todos transitáveis, na zona oeste da Capital. Os motoristas precisavam desviar dos alagamentos em dois trechos da avenida Pompéia, sentido marginal, e na rua Conselheiro Brotero, na Barra Funda.  Segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), a chuva atingia as zonas central e norte da cidade, às 13 horas, principalmente os bairros da Casa Verde e Santana.  A chuva se dirigia para a região da Vila Guilherme. Os pontos de alagamentos formados por conta da forte chuva que atingiu a zona norte da Capital, no começo da tarde, causou um congestionamento de 13 quilômetros na marginal Tietê, segundo informações da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). O trânsito estava parado entre a rua Azurita até a ponte nova Fepasa, nas duas pistas da via, sentido Ayrton Senna. Segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), os trechos alagados estão na transposição Canindé e na ponte da Vila Guilherme, na pista local. No sentido Castelo Branco, o alagamento está próximo à ponte da Casa Verde. Texto atualizado às 14h30

Tudo o que sabemos sobre:
Chuvaalagamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.