Rafael Arbex/Estadão
Rafael Arbex/Estadão

Chuva forte coloca cidade de São Paulo em estado de atenção

Situação foi normalizada às 19 horas; temporais devem continuar nos próximos dias - veja a previsão

Felipe Cordeiro, José Maria Tomazela e Renata Okumura, O Estado de S.Paulo

26 Fevereiro 2018 | 18h47
Atualizado 26 Fevereiro 2018 | 20h02

SÃO PAULO  E SOROCABA - As fortes chuvas que atingiram a capital paulista na tarde desta segunda-feira, 26, deixaram toda a cidade em estado de atenção. A situação foi normalizada às 19 horas. De acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), às 18h30, havia nove pontos de alagamento, sendo dois intransitáveis: na zona norte, a Rua Coronel Marques Ribeiro, na altura da Rua José Bernardo Pinto, na Vila Guilherme; na zona sul, a Avenida Santo Amaro, próximo à Avenida Roque Petroni Júnior, no Brooklin.

+++ Criança cai em córrego na zona leste de São Paulo

Também na zona sul, o Córrego Morro do S, no Capão Redondo, transbordou às 16h45, na Avenida Carlos Caldeira Filho, na altura da Rua Túlio Mugnaini. Já na zona leste, uma criança caiu em um córrego próximo à Estação Vila Matilde, do Metrô.

+++ Temporal provoca alagamentos e uma morte em Belo Horizonte

"As chuvas continuam atuando na capital paulista, variando entre moderada e forte", afirmou o CGE. "Imagens do radar meteorológico mostram precipitação moderada com pontos fortes em toda a cidade."

+++ PELO INTERIOR: Minicidade em área da bacia do Corumbataí causa polêmica em Piracicaba

Conforme o CGE, as chuvas atingiram São Paulo até o fim da tarde. Às 16h05, foi registrada chuva de granizo em Pirituba, na zona norte.

Previsão

Nos próximos dias, segundo o CGE, o tempo segue com condições típicas do verão. "O fluxo de ar quente e úmido proveniente da Região Centro-Oeste ajuda a formar áreas de instabilidade. As pancadas de chuva serão mais frequentes, principalmente no final das tardes", informou o órgão.

Esta terça-feira, 27, terá sol, muitas nuvens e chuva de intensidade moderada a forte no período da tarde. Há potencial para alagamentos e rajadas de vento. Os termômetros devem oscilar entre 20°C e 29°C.

Já na quarta-feira, 28, o CGE prevê sol e variação de nuvens. Em função do calor e da disponibilidade de umidade, as chuvas ocorrem de forma isolada e com potencial para alagamentos entre o fim da tarde e o início da noite. A temperatura mínima prevista é de 21°C e a máxima, de 29°C.

Interior

Chuvas fortes com rajadas de vento derrubaram árvores, alagaram ruas e arrastaram carros em três cidades do interior, na tarde desta segunda-feira. Em Rio Claro, ao menos seis importantes avenidas foram tomadas pelas águas. De acordo com a Defesa Civil, em poucos minutos o volume de chuva atingiu 42 milímetros na região noroeste da cidade. 

Avenidas como a Presidente Kennedy, Visconde de Rio Claro e Castelo Branco se encheram e a água encobriu até as calçadas. Casas e estabelecimentos comerciais foram invadidos pela enxurrada, que também arrastou vários carros. Os próprios moradores ajudaram os ocupantes a sair dos veículos. Alguns semáforos se apagaram. De acordo com a Defesa Civil, além dos transtornos para motoristas e pedestres, não foram registrados incidentes graves. 

Em Cordeirópolis, a chuva com rajadas de vento derrubou árvores frondosas na zona rural. O tronco de uma paineira atingiu uma granja no bairro Cascalho, mas não houve vítimas. Uma estrada rural foi coberta pelo transbordamento de um córrego.

Também houve alagamentos em Campinas. No Jardim das Oliveiras, várias ruas foram tomadas pelas águas, que atingiram até as calçadas. Conforme a Defesa Civil, os casos foram pontuais e não houve danos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.