HÉLVIO ROMERO/ESTADÃO
HÉLVIO ROMERO/ESTADÃO

Chuva forte causa alagamento, deslizamento de terra e transborda córrego

Segundo o Corpo de Bombeiros, moradores ficaram presos no interior da casa onde aconteceu o deslizamento no Terminal Cachoeirinha, na zona norte; ninguém ficou ferido

O Estado de S.Paulo

03 Fevereiro 2015 | 18h49

Atualizado às 20h45

SÃO PAULO - A chuva forte que cai em parte da capital nesta terça-feira, 3, causou deslizamento de terra, alagamento e transbordamento de córrego na zona norte da cidade. O mirante de Santana, na zona norte, registrou rajadas de vento de 37,4 Km/h às 18 horas. No aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, houve queda de granizo.

No Terminal Cachoeirinha, na zona norte, um deslizamento de terra aconteceu na tarde por volta das 18h37 desta terça-feira, no momento em que chovia forte nesta região. O muro de uma casa desabou na Rua Morro do Valongo, número 100. Moradores ficaram presos no interior da casa onde aconteceu o deslizamento, foram ajudados pelo Corpo de Bombeiros e ninguém ficou ferido. Técnicos da Defesa Civil da Casa Verde estão no local.

Também na zona norte, houve transbordamento do Córrego Guaraú, na altura do Jardim Peri, na subprefeitura da Casa Verde. Na mesma região, a rua Francisco Eugenio do Amaral ficou alagada.

Por causa da chuva forte, o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) colocou as zonas oeste, norte e a Marginal Tietê em estado de atenção para enchentes nesta terça. O distrito de Casa Verde, na zona norte, foi o único que chegou registrar um caso de alagamento e ficou em estado de alerta. Às 19h50, todos os estados de atenção e o estado de alerta haviam sido retirados pelo órgão.


De acordo com os meteorologistas do CGE, a chuva atingiu principalmente os bairros de Perus, Pirituba, Jaraguá, Freguesia do Ó, Casa Verde e Santana, na zona norte, no fim da tarde e início da noite. Na zona oeste, choveu entre Lapa e Butantã. 

Às 19h50, havia chuva fraca apenas na zona leste, entre Itaquera e os bairros que fazem divisa com Guarulhos.  Não há previsão de períodos de chuva durante a noite. Durante a madrugada o céu fica nublado e as temperaturas ficam em torno dos 19ºC.

Próximos dias. Segundo o CGE, no resto da semana deve ter chuva, com maior volume entre quarta e sexta-feira, por causa da intensificação de um sistema de baixa pressão atmosférica entre as costas sul e sudeste do Brasil.

A chuva deve atingir a região da Grande São Paulo e litoral paulista. De acordo com o CGE, a precipitação deve chegar até os principais reservatórios do Estado, "mas sem expectativas de resolver o déficit hídrico".

Próximos dias. Na quarta-feira, 4. o sol deve aparecer entre nuvens, o que favorece a elevação das temperaturas no decorrer do dia. A temperatura deve oscilar entre 19ºC e 28ºC. Pancadas de chuva concentradas podem cair entre o final da tarde e a noite, com potencial para a formação de alagamentos.

Já na quinta-feira, 5, o dia deve começar com céu nublado a encoberto e termômetros em torno dos 18ºC. As chuvas devem ocorrer a partir do período da manhã, na forma de pancadas isoladas. Durante a tarde e a noite as instabilidades devem ganhar força e provocar chuva forte, com "elevado potencial para a formação de alagamentos, inclusive intransitáveis", segundo o CGE.

Mais conteúdo sobre:
ClimachuvaSão Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.