Chuva faz estradas terem 45% mais mortes

Apesar da queda no número de acidentes, feriado nas rodovias de SP foi mais violento

BRUNO RIBEIRO, O Estado de S.Paulo

12 de junho de 2012 | 03h02

O trânsito nas rodovias de São Paulo foi mais violentos neste feriado do que no Corpus Christi do ano passado. Embora o total de acidentes tenha caído de 1.302 para 1.261 casos nas estradas estaduais, as mortes cresceram 45,7% - passaram de 31 para 51, no período de quinta-feira a domingo. Já nas rodovias federais foram sete mortos, contra quatro no ano passado - crescimento de 75%.

De acordo com a Polícia Militar Rodoviária, responsável pela fiscalização das rodovias estaduais, a chuva e a consequente redução da visibilidade foram fatores determinantes para o crescimento do número de óbitos.

Motoristas também foram responsabilizados pelo aumento do índice. A PM informou que "60% das mortes ocorreram em acidentes de colisão frontal e de atropelamento, implicando, no mínimo, imprudência na condução dos veículos, uma vez que foram acidentes caracterizados como evitáveis, ou seja, aqueles em que o motorista deixou de fazer tudo o que razoavelmente poderia ter feito para evitá-lo".

Do total de vítimas nas estradas estaduais paulistas, dez eram pedestres, que foram atropelados enquanto tentavam cruzar as pistas.

Nas estradas federais, o número de acidentes caiu 5% - de 192 para 181 casos. Os acidentes ficaram concentrados na Via Dutra e na Rodovia Régis Bittencourt, que, em seu único acidente fatal, teve três mortes.

Álcool. Cresceu também o número de condutores flagrados pela polícia dirigindo bêbados. O aumento foi de 39,5% - de 215 para 300 casos - no número de motoristas que tinham menos de 6 decigramas de álcool por litro de sangue.

Entre os que haviam bebido mais do que isso e, assim, cometeram crime de trânsito, o aumento foi ainda maior: 50%, passando de 18 presos no ano passado para 27 neste ano. A polícia disse ter aplicado 16.464 multas neste feriado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.