Estadão
Estadão

Chuva faz Cantareira subir e comportas podem ser abertas

Governo estadual informou que Defesa Civil alertou as prefeituras de Franco da Rocha, Caieiras e Cajamar sobre possibilidade

O Estado de S.Paulo

07 Junho 2016 | 13h33

SÃO PAULO - O nível do Sistema Cantareira, principal manancial de abastecimento da capital paulista e da Grande São Paulo, subiu 2,1 pontos porcentuais nesta terça-feira, 7. O manancial opera com 72% de sua capacidade, segundo índice divulgado pela Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp). Por causa da intensidade das chuvas - a pluviometria foi de 45,7mm no dia, quase toda a média histórica mensal, de 58,1 mm -, a Defesa Civil Estadual alertou para o risco de abertura das comportas das represas do sistema. 

A medida é acionada preventivamente quando a represa chega ao limite de 745 metros e 25 centímetros.  Após a cota, a Sabesp comunica a Defesa Civil, que busca as prefeituras e defesas civis municipais. Segundo o governo estadual, os prefeitos e autoridades públicas de Franco da Rocha, Caieiras, e Cajamar foram alertados. Ao atingir 745 m e 55 cm, abrem-se as comportas.

A Defesa Civil informou ainda que criará um gabinete de crise na Escola Superior de Bombeiros para organizar ações emergenciais caso ocorra a abertura das comportas da represa. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.