NELSON ANTOINE
NELSON ANTOINE

Chuva em São Paulo causa alagamentos e paralisa trens

Duas linhas da CPTM pararam de circular por causa de água na via; bombeiros não localizaram homem levado pela enxurrada na quinta

O Estado de S. Paulo

20 de março de 2015 | 15h30

Atualizado às 21h18

SÃO PAULO - Toda a capital paulista ficou em estado de atenção para enchentes por causa da chuva que caiu na tarde desta sexta-feira, 20. A cidade chegou a registrar 29 pontos de alagamentos, sendo 16 deles intransitáveis. Duas linhas da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) ficaram paralisadas por cerca de uma hora, o que fez os usuários caminharem sobre os trilhos.

O centro e a zona oeste concentraram os pontos de alagamentos, como na avenida São João, na altura do bairro de Santa Cecília, e na Avenida Nove de Julho, próximo à Praça Quatorze Bis. O Corpo de Bombeiros registrou, às 16h26, enchente nos bairros de Santa Cecília, Tremembé, Mooca, Vila Medeiros e Barra Funda.

Na Rua Adolfo Gordo, em Santa Cecília, uma van escolar com sete crianças estava entre os carros ilhados. “Eu descia a Alameda Nothmann quando virei à direita e entrei no alagamento”, contou o motorista João Venâncio de Lima Neto, de 51 anos. Ele disse que o carro parou de funcionar e que pretendia dar a partida no motor quando a água baixasse, mas ela não parou de subir. “Percebi que tínhamos de sair, aí pedi ajuda para um pessoal e cada um pegou uma criança. A água batia na cintura.” Os bombeiros usaram botes para socorrer outras pessoas no mesmo bairro.


Transporte. Duas linhas da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) ficaram paralisadas por volta das 16 horas por causa de alagamento na via. A Linha 10-Turquesa ficou parada entre as estações Brás e Mooca por cerca de uma hora. Já a Linha 11-Coral interrompeu a circulação entre as estações Luz e Tatuapé e foi normalizada às 17h28. Os usuários decidiram percorrer o trajeto a pé, sobre os trilhos.

No Metrô, as Linhas 2-Verde e 3-Vermelha circulavam com velocidade reduzida no fim da tarde por causa da chuva. O trânsito na capital paulista também ficou complicado à tarde. Às 16h, o índice de congestionamento estava acima da média.

O Aeroporto de Congonhas, na zona sul, e o Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos, na Grande São Paulo, não foram afetados e tinham operação normal na tarde desta sexta-feira.


Fim de semana. Pancadas de chuvas estão previstas para a tarde do sábado, 21, quando os termômetros devem oscilar entre a mínima de 18.º C e a máxima de 28ºC. No domingo, a possibilidade de precipitação é ainda mais forte, com céu encoberto e chuva volumosa e intermitente ao longo do dia. As temperaturas ficam entre 18ºC e 24ºC.

Buscas. O Corpo de Bombeiros segue conduzindo buscas para localizar José Fonseca da Silva, de 69 anos, que desapareceu durante o temporal que atingiu Taboão da Serra nesta quinta-feira, 19. Familiares reconheceram o veículo da vítima próximo a um córrego e a Corporação montou uma força-tarefa nesta sexta para encontrar Silva.

Ao longo da manhã e no início da tarde, a operação havia mobilizado 10 viaturas e 32 homens, que utilizaram botes para descer um dos córregos da região. O homem não foi encontrado e as buscas seriam retomadas na manhã deste sábado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.