Chuva diminui e regiões de SP saem do estado de atenção

Centro, zonas norte, oeste, leste e as regiões das Marginais saem do estado de atenção decretado às 14h

Elvis Pereira, do estadao.com.br,

12 de março de 2008 | 15h58

A chuva em São Paulo perdeu força e o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) retirou do estado de atenção o centro, as zonas norte, oeste, leste e as regiões das Marginais do Tietê e do Pinheiros, às 15h15 desta quarta-feira, 12. O estado havia sido decretado entre 14h10 e 14h20. Segundo o CGE, por volta das 15h30, ainda chovia levemente em alguns bairros. No período, foram registrados quatro pontos de alagamento, todos em situação transitável.  Às 15h33, a capital acumulava 61 km de congestionamento, o equivalente a 7,5% dos 820 km monitorados pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). A Marginal do Tietê reunia as duas maiores filas de engarrafamento da cidade, uma de 5,9 km na pista local, a partir da Ponte Atílio Fontana, no sentido da Rodovia Ayrton Senna, e outra de 4,6 km, na expressa, entre as Pontes da Casa Verde e Vila Guilherme, no sentido da Castelo Branco. A Avenida do Ibirapuera, no sentido bairro, apresentava mais 2,9 de morosidade, a partir das Avenida dos Bandeirantes.

Tudo o que sabemos sobre:
chuvaestado de atençãoalagamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.