Chuva diminui e CGE suspende estado de atenção em São Paulo

Temporal provocou alagamentos, derrubou duas árvores, apagou semáforos e fechou Congonhas por 25 minutos

Fabiana Marchezi, estadao.com.br

05 de agosto de 2008 | 16h25

A chuva diminuiu em São Paulo e o Centro de Gerenciamento de Emergências da prefeitura (CGE) suspendeu o estado de atenção nas regiões sul, oeste, sudeste e centro, e na Marginal do Pinheiros, às 15h12 desta terça-feira, 5.     Veja também:  Motoristas devem evitar avenidas Rebouças e Brasil, alerta CET Engavetamento complica trânsito na Marginal do Pinheiros   Segundo o CGE, pelo menos oito pontos de alagamento foram registrados em toda a capital durante o temporal. Porém, todos eram transitáveis. Às 16 horas, apenas três deles continuavam prejudicando o trânsito.   De acordo com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), pelo menos três semáforos apagaram por conta da chuva. Dois deles na Avenida Vital Brasil, na zona oeste, sendo um no cruzamento com a Avenida Corifeu de Azevedo Marques e outro no cruzamento com a Rua Pirajuçara. O outro equipamento fica na Avenida Roque Petroni Júnior, na altura do Largo Los Andes.   O temporal também derrubou uma árvore na Rua Joaquim Antunes, em Pinheiros, no cruzamento da Avenida Rebouças, onde o tráfego foi interrompido, segundo a CET. Outra árvores caiu sobre cinco veículos na Rua Martins, esquina com a Rua Alvarenga, no Butantã.   O dono de um dos carros, o empresário Manuel Simões, de 65 anos, levava sua mulher ao médico e teve seu carro atingido no momento da chuva. Os outros veículos são de clientes do salão de cabeleireiros instalado no local.  Até as 16h40, a Eletropaulo ainda não havia chegado e a região continuava sem luz. O cruzamento da Rua Alvarenga com a Avenida Francisco Morato estava sem sinalização, por conta da queda da árvore.   O Aeroporto de Congonhas, na zona sul da capital, ficou fechado das 14h15 às 14h40 por causa da chuva que atingiu a região. De com a Infraero, mesmo com o fechamento do terminal, às 15 horas eram registrados apenas três atrasos. De 0h às 15 horas, dos 140 vôos previstos em Congonhas, 13 atrasaram (9,3%) e nove foram cancelados (6,4%).   (Com Vivi Zanatta, da Agência Estado)   Atualizado às 17h30

Tudo o que sabemos sobre:
temporalchuvaCGESão Pauloalagamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.