Ernesto Rodrigues / AE - 21.02.2012
Ernesto Rodrigues / AE - 21.02.2012

Chuva deste sábado fechou aeroporto e deixou bairros de SP sem luz

Barra Funda, Perdizes, Higienópolis e outros 14 bairros ficaram sem energia

estadão.com.br

21 de janeiro de 2012 | 15h31

* Atualizado às 21h

 

O temporal que atingiu a cidade de São Paulo na tarde deste sábado, 21, provocou falta de energia parte da capital paulista, alagou ruas e provocou o fechamento do Aeroporto de Congonhas. As regiões mais atingidas foram as zonas leste, sul e central. Na Consolação, houve chuva de granizo.

 

O rompimento de um cabo de transmissão de energia elétrica da subestação Pirituba da Companhia de Transmissão de Energia Elétrica Paulista (CTEEP) provocou a falta de luz em 17 bairros: houve interrupção de fornecimento na Barra Funda, Bom Retiro, Brasilândia, Cachoeirinha, Casa Verde, Consolação, Freguesia do Ó, Higienópolis, Jaguara, Lapa, Limão, Mandaqui, Perdizes, Pirituba, Santa Cecília, Santana e Parque São Domingos.

 

O funcionamento da subestação foi restabelecido às 15h37, de acordo com a companhia. Ao longo da tarde, o fornecimento de eletricidade aos bairros foi reiniciado.

 

Trânsito. As falhas na rede elétrica também provocaram o desligamento de semáforos em trechos da Avenida Angélica (Higienópolis), em toda a extensão da Avenida Pacaembu e em parte da Avenida Marquês de São Vicente (Barra Funda).

 

Segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), houve oito pontos de alagamento na cidade ao longo do dia. Em dois locais - na Avenida Inajar de Souza (Freguesia do Ó) e na Avenida Ermano Marchetti (Lapa) - os motoristas não conseguiam transitar durante parte da tarde.

Oito árvores também caíram, sem deixar feridos. Na Rua Martinico Prado, na Vila Buarque, uma árvore de grande porte caiu sobre um carro e interditou completamente a via.

 

As zonas sudeste, leste e centro ficaram em estado de atenção entre 15h20 e 16h10, mas a chuva também atingiu as regiões norte e oeste da cidade. No início da noite, voltou a chover fraco em parte da capital. 

 

Congonhas. O Aeroporto de Congonhas foi fechado para pousos e decolagens às 14h27 e reabriu pouco depois, às 15h03 em consequências da chuva que atingia a zona sul. De acordo com os boletins da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), houve seis atrasos entre os 172 voos programados até as 21h deste sábado.

Tudo o que sabemos sobre:
chuvas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.