Chuva derruba árvore e interrompe circulação do Metrô em SP

Bombeiros já retiraram a árvore e trens voltaram a circular; há 28 pontos de alagamento pela capital paulista

Rita Cirne, do estadao.com.br,

04 Janeiro 2010 | 17h04

A chuva forte com rajadas de ventos que caiu em São Paulo e deixou a cidade em estado de atenção nesta segunda-feira, 4, derrubou uma árvore no trecho de superfície do Metrô entre as estações Tiradentes e Armênia, por volta das 15h30. O trecho fica na linha Azul do Metrô, que liga o Jabaquara ao Tucuruvi, que interrompeu a circulação de trens no sentido da estação Tucuruvi por quase uma hora. A árvore foi retirada pelos bombeiros às 16h32 e os trens voltaram a circular.

 

O Túnel Anhangabaú, no centro da Cidade, também foi fechado às 16 horas e a chuva provocou 28 pontos de alagamentos, dois deles intransitáveis: na Radial leste, no cruzamento da Avenida Alcântara Machado com o Viaduto Bresser e na Marginal Pinheiros, próximo à Ponte Euzébio Matoso. A falta de energia elétrica em alguns bairros da cidade deixou 20 cruzamentos com semáforos apagados.

 

O Aeroporto de Congonhas também ficou fechado entre às 15h e às 15h44. De acordo com a Infraero, até às 15h, dos 137 voos de Congonhas, 25 tiveram atraso de mais de 30 min e outros sete foram cancelados.

Mais conteúdo sobre:
chuva Sao Paulo metro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.