Chuva deixa zona sul sem luz e causa 21 pontos de alagamento

Chuva deixa zona sul sem luz e causa 21 pontos de alagamento

A estação é outono, mas a chuva que ganhou intensidade no meio da tarde de ontem parecia aquelas típicas de verão. No entanto, os estragos foram menores. O temporal deixou bairros sem luz, vias intransitáveis e o Aeroporto de Congonhas, na zona sul, foi fechado três vezes. Às 21h, eram registrados 21 pontos de alagamentos. Uma das vias bloqueadas pelo volume de água foi a Professor Américo de Moura, na zona oeste.

, O Estadao de S.Paulo

30 Março 2010 | 00h00

A chuva começou no início da tarde e a cidade foi colocada em estado de atenção pelo Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) às 14h30. Uma hora e quinze minutos depois, perdeu intensidade e a capital saiu do estado de atenção às 15h45. Mas o alerta precisou ser emitido novamente às 17h49, quando voltou a chover forte.

A zona sul sofreu com a falta de energia elétrica. Entre os locais afetados estavam trechos das Avenidas Santo Amaro e Hélio Pellegrino e das Ruas Gomes De Carvalho e Afonso Bráz.

Por causa do mau tempo, Congonhas ficou fechado das 14h25 às 14h41, quando foi reaberto e passou a operar sem auxílio de instrumentos. No momento em que as atividades foram paralisadas, os ventos chegaram a 76km/h. A segunda interrupção foi das 17h54 até as 18h24. A terceira foi das 19h17 às 20h55. Segundo o CGE, a previsão é que a chuva continue hoje durante todo o dia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.