Daniel Teixeira/Estadão
Daniel Teixeira/Estadão

Chuva provoca alagamentos na Grande SP e deixa passageiros de ônibus ilhados

Em Barueri, avenida foi tomada pela enchente e bombeiros tiveram que resgatar ocupantes de coletivo de bote

Redação, O Estado de S.Paulo

01 de fevereiro de 2020 | 16h11
Atualizado 01 de fevereiro de 2020 | 19h29

SÃO PAULO - Uma forte chuva que atingiu a região metropolitana de São Paulo na tarde deste sábado, 1º, deixou 13 pontos de alagamento na capital, provocou queda de árvores e um desabamento, e deixou pessoas ilhadas na Grande SP.

Em Barueri, passageiros de um ônibus ficaram isolados dentro do veículo em uma avenida tomada pela chuva e tiveram de ser resgatados pelo Corpo de Bombeiros. A água cobriu as rodas do coletivo. Os passageiros foram retirados em botes. Não há registro de feridos.

A cidade de São Paulo chegou a ser colocada em estado de alerta para alagamentos pelo Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), da Prefeitura. Dos 13 pontos de alagamento contabilizados, seis (nos bairros de Interlagos, Lapa e Perus) ficaram intransitáveis. Às 19h20, não havia nenhum ponto de alagamento ativo.

O Corpo de Bombeiros diz ter recebido 71 chamados relacionados à chuva neste sábado. Uma por um desabamento de muro, 25 por queda de árvores e 45 por enchente.

Segundo o CGE, a passagem de uma frente fria no litoral de São Paulo neste fim de semana estaria favorecendo a formação de áreas de instabilidade. "As instabilidades começam a se organizar dentro da cidade de São Paulo onde já se observa chuva forte na região oeste, principalmente entre os bairros do Butantã, Lapa e Pinheiros", diz o órgão, em nota.

Ainda de acordo com o CGE, há possibilidade de rajadas de vento, descargas elétricas e formação de alagamentos. "Segundo a equipe de meteorologia do CGE da Prefeitura de São Paulo, a tendência é de a chuva ganhe força e atinja outras regiões", afirma. 

Para o domingo, 2, a previsão é de tempo chuvoso e com ligeira queda das temperaturas, que devem variar entre 21°C e 25°C. "O dia inicia com céu nublado e chuvas intermitente ao longo da madrugada. No decorrer do dia, pancadas de chuva com até forte intensidade e potencial para a formação de alagamentos, transbordamento de rios e córregos, bem como deslizamentos de terra em áreas de risco", diz o CGE.

Já para segunda-feira, 3, há expectativa de pancadas isoladas de chuva entre o fim da tarde e o início da noite, com risco de formação de alagamentos. "A temperatura máxima não supera os 24°C e as taxas de umidade do ar se mantêm entre 62% 95%", informa o órgão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.