Felipe Rau/ Estadão
Felipe Rau/ Estadão

Chuva deixa regiões de SP em estado de atenção para alagamentos, segundo CGE

Precipitações seguem alternadas com períodos de melhoria e podem se estender para a noite; na sexta-feira, 3, e no sábado, 4, podem ocorrer pancadas de chuva com moderada a forte intensidade

Ana Paula Niederauer, O Estado de S.Paulo

02 de janeiro de 2020 | 15h55

A chuva que atinge a cidade de São Paulo na tarde desta quinta-feira, 2, deixou a partir das 15h, as regiões norte e oeste, além das marginais do Tietê e do Pinheiros, em estado de atenção para alagamentos, segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), da Prefeitura.

De acordo com o CGE, áreas de instabilidade associadas a formação de uma área de baixa pressão ao longo do litoral paulista continuam provocando chuva forte com potencial para rajadas de vento e formação de alagamentos na capital paulista. 

Na zona norte chove moderado com pontos fortes principalmente nos bairros de Jaraguá e Perus. As precipitações seguem alternadas com períodos de melhoria e podem se estender para a noite, o que também eleva o risco de deslizamentos nas áreas de encosta. 

Mais cedo, às 14h12, as zonas sul e leste da cidade entraram em estado de atenção para alagamentos.

Segundo o CGE, choveu moderado em Lajeado, Itaquera e Parque do Carmo, na zona leste. Às 15h, as regiões sul e leste saíram do estado de atenção para alagamentos.

Previsão para os próximos dias

Nesta sexta-feira, 3, as instabilidades se afastam, entretanto, o céu continuará com muitas nuvens. Ainda há condições para chuvas entre a madrugada e o início da manhã. Os ventos que sopram do quadrante sul predominam, o que vai diminuir a temperatura. Os termômetros oscilam entre 19°C e 24°C. 

No sábado, 4, o sol aparece entre nuvens com temperatura em elevação. Entre o meio e o fim da tarde, o calor e a entrada da brisa marítima geram nuvens carregadas que provocam pancadas de chuva com moderada a forte intensidade. Há potencial para rajadas de vento e formação de alagamentos. Mínima de 18°C e máxima de 26°C.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.