Chuva deixa região serrana do Rio em estado de alerta

Municípios atingidos pela catástrofe no ano passado começaram a retirar ontem moradores de áreas de risco

RIO, O Estado de S.Paulo

02 de janeiro de 2012 | 03h02

O temporal que começou a atingir a região serrana do Estado do Rio na noite de anteontem e persistiu durante todo o dia de ontem levou a Defesa Civil Estadual a decretar estado de alerta máximo no município de Nova Friburgo, o mais afetado até agora pelas chuvas.

No ano passado, a região foi atingida por um temporal que provocou a maior catástrofe natural da história do País - foram 905 mortes. O Centro Estadual de Administração de Desastres, órgão ligado à Defesa Civil do Estado, começou a retirar pessoas das proximidades de encostas, pontos de alagamento e outras áreas de risco às 15h30, quando os rios que cortam as áreas urbanas das cidades da região começavam a sair dos leitos. Em Córrego Dantas, as sirenes dos sistema de alarme foram acionadas.

Os municípios de Petrópolis e Teresópolis também se encontram em estado de atenção. Na estrada Rio-Petrópolis (trecho da BR-040), altura da localidade Fazenda Inglesa, uma pedra rolou da encosta. Parte da pista foi interditada e o trânsito ficou restrito a apenas meia pista no início da tarde.

Rio. No Rio, o mau tempo também causou contratempos. Na Lagoa, zona sul da cidade, um galho de árvore caiu sobre a rede elétrica. O fornecimento de energia foi interrompido no bairro das 14h40 às 15h10, segundo informou a Companhia Municipal de Energia e Iluminação (Rioluz). A Rioluz informou ainda que manteve suas equipes de prontidão, mas que nenhum outro incidente relevante havia ocorrido até a noite de ontem. / SERGIO TORRES E DANIELA AMORIM

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.