Chuva deixa quase toda SP em atenção; São Bernardo tem alagamento

SÃO PAULO – O temporal que se formou na zona sul de São Paulo se expandiu, por isso quase toda a cidade entrou em estado de atenção. Às 15h10, apenas a zona norte e a Marginal do Tietê não estavam incluídos no alerta do Centro de Gerenciamento de Emergência (CGE) para alagamentos. Em São Bernardo do Campo foi registrado alagamentos em ao menos um bairro.

Solange Spigliatti, da Central de Notícias,

31 Janeiro 2011 | 15h43

 

Neste horário chovia principalmente nos bairros de Vila Mariana, Ipiranga, Jabaquara, Cidade Ademar, Santo Amaro, Grajaú, Parelheiros e Engenheiro Marsilac. Além disso, os radares mostravam chuvas fortes na zona oeste, entre Pinheiros e Butantã, e no centro. Em demais pontos da cidade, a precipitação já era leve.

 

Mais cedo, no entanto, choveu forte na zona leste, principalmente nos bairros Mooca, Penha, Aricanduva, Vila Formosa, Guaianazes e Cidade Tiradentes. Nas proximidades da Estação Guaianazes da CPTM foi registrada a queda de granizo.

 

Na Grande São Paulo, a precipitação era forte em São Bernardo do Campo, Diadema, Ribeirão Pires, Poá, Suzano e Itaquaquecetuba. Uma hora antes, a tempestade também atingiu São Lourenço da Serra, Juquitiba e parte de Cotia. Em São Bernardo, segundo o Centro de Operações dos Bombeiros (Cobom), uma equipe de salvamento foi acionada para a Rua Fernando Pessoa, no Jardim da Represa, para resgatar moradores que estavam ilhados por conta dos alagamentos na região.

 

Previsão. Nos próximos dias, as condições atmosféricas continuam sendo típicas de verão. Na terça-feira, a frente fria se afasta de São Paulo, entretanto, áreas de instabilidade geradas pelo calor voltam a provocar pancadas de chuva forte a partir da tarde.

 

Os simuladores indicam maior probabilidade das chuvas iniciarem pelo ABC, Guarulhos, Mogi e zona leste. Os termômetros se mantém em alta, e a expectativa é de que ocorra um novo recorde de temperatura. A máxima prevista é de 34ºC.

 

Na quarta-feira, as chuvas tendem ser mais abrangentes e devem começar no período da tarde, estendendo-se para boa parte da noite.

 

(Atualizado às 15h50)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.