Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Chuva causa alagamentos e quedas de árvores na cidade de SP

Corpo de Bombeiros recebeu ao menos 86 chamados para queda de árvore e 10 para desmoronamentos e desabamentos

Redação, O Estado de S.Paulo

30 de janeiro de 2020 | 17h10
Atualizado 30 de janeiro de 2020 | 18h21

SÃO PAULO - O Corpo de Bombeiros recebeu ao menos 86 chamados para quedas de árvores e 10 para desabamentos e desmoronamentos após a forte chuva com raios e ventania que atingiu a cidade de São Paulo na tarde desta quinta-feira, 30. O Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas (CGE) registrou pontos de alagamentos na Rua Nacip Haydan, em Parelheiros, e na Avenida Interlagos, em Santo Amaro, ambos na zona sul. A capital não está mais em estado de atenção para alagamentos.

Na Avenida José Maria Whitaker, na Saúde, na zona sul, uma árvore caiu sobre um veículo. Já na Rua da Graça, no Bom Retiro, região central, a estrutura de uma residência desabou, mas não deixou feridos, segundo o Corpo de Bombeiros.

“As áreas de instabilidade vindas dos municípios de Cabreúva e Jundiaí e atuaram com forte intensidade em vários bairros da capital paulista perderam força. Imagens do radar meteorológico do CGE, da Prefeitura de São Paulo, mostram apenas chuva fraca e leve em toda São Paulo", diz comunicado. 

“De acordo com previsão dos meteorologistas do CGE da Prefeitura de São Paulo as chuvas devem permanecer atuando na Capital paulista nas próximas horas. O tempo permanece instável, com muita nebulosidade, porém com precipitação de menor intensidade. A mínima esperada é de 22°C”, completa o texto.

O temporal também atingiu outros municípios do Estado, como Juquiá, São Sebastião e Pirassununga, que tiveram registros de raios e vento forte, de acordo com a Defesa Civil.

Sexta-feira será abafada em São Paulo

Segundo o CGE, a sexta-feira, 31, será abafada e com sol. A temperatura deve variar entre 22ºC e 32ºC. “A aproximação de um sistema frontal pelo oceano, favorece a ocorrência de chuvas na forma de pancadas, principalmente entre o final da tarde e pela noite”, diz.

No sábado, 1º, a propagação de uma frente fria pelo oceano causará nebulosidade, além de amenizar o calor. Os termômetros devem variar 20ºC e 29ºC. “As chuvas seguem ocorrendo na forma de pancadas, que devem ganhar força no período da tarde.”

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.