Chuva deixa capital paulista em atenção e causa alagamentos

Cidade tem 13 alagamentos intransitáveis nesta tarde, segundo o dados do CGE

Priscila Trindade, do estadão.com.br,

17 de janeiro de 2012 | 14h59

O texto foi atualizado às 16h32.

SÃO PAULO - A cidade de São Paulo tem 22 pontos de alagamento na tarde desta terça-feira, 17, sendo 13 intransitáveis. Às 16h30, a cidade tinha 36 km de vias congestionadas. A pista expressa da Marginal do Tietê tem 4,2 km era a via com maior índice de lentidão. O motorista enfrentava congestionamento no sentido Ayrton Senna, da Ponte Jânio Quadros até a Ponte Aricanduva.

Segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), alguns dos pontos intransitáveis estão localizados na Rua Ribeiro Lacerda, com a Avenida Professor Abraão de Morais, nos dois sentidos; Avenida das Nações Unidas, com a Avenida Interlagos, sentido Interlagos, e com a Rua Jaime de Oliveira Souza; Rua Ricardo Cavatton, com a Rua Hugo D'Antola; Avenida Santo Amaro, perto da Avenida Roque Petroni Júnior, sentido bairro; Rua João Alfredo, na altura do número 594; Viaduto Euclides de Figueiredo, próximo da Avenida Pedro Álvares Cabral e Avenida 23 de Maio, junto do Viaduto Euclides de Figueiredo.

A precipitação é forte na zona norte, entre os bairros de Perus, Pirituba, Jaraguá, Freguesia do Ó e Vila Maria. Na zona sul, chove forte entre Vila Mariana, Jabaquara, Ipiranga e Santo Amaro. Nos demais da região, chove moderado. Na zona oeste, chove forte entre Lapa e Pinheiros. Na zona leste, a precipitação é forte entre Penha, Tatuapé, Ermelino Matarazzo e Guaianazes.

Na Região Metropolitana, ainda chove forte em São Bernardo do Campo, Santo André, Mauá e Santana de Paranaíba. Em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo, foi observado o transbordamento do Ribeirão dos Couros/Vila Rosa às 15h20.

Crédito da foto: Ayrton Vignola/AE

Tudo o que sabemos sobre:
chuvaCongonhasatençãoCGE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.