Chuva dá trégua e capital sai do estado de atenção

No final da noite São Paulo teve períodos de chuvas fortes e moderadas, provocando 10 pontos de alagamento

Ricardo Valota, do estadão.com.br

10 de novembro de 2010 | 02h49

Ponto de alagamento na Radial Leste no acesso a avenida Aricanduva foi um dos dez registrados pelo Centro de Gerenciamento de Emergências

SÃO PAULO - Terminou, à 0h15 desta quarta-feira, 10, o estado de atenção divulgado, em razão da chuva, pelo Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) às 21h55 de terça-feira, 9, nas zonas norte, leste, sudeste sul e Marginal do Tietê.

Áreas de instabilidade associadas a uma frente fria provocaram chuva de moderada a forte na capital com rajadas de vento e trovoadas. Foram registrados pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), dez pontos de alagamento durante a noite, sendo apenas um, na avenida Elísio Cordeiro de Siqueira, região de Perus, zona norte, intransitável.

Além da instabilidade provocada pelo calor, uma frente fria avança rapidamente em direção à região Sudeste, Nesta quarta-feira, 10, o céu será de muitas nuvens e ocorrem chuvas intermitentes ao longo do dia. Em função da grande cobertura de nuvens, as temperaturas declinam e a máxima não ultrapassa os 24ºC.

Mas é na quinta-feira, 11, que o paulistano deve sentir a brusca queda de temperatura. Os ventos passam a soprar do oceano em direção à costa paulista, mantendo o céu com muitas nuvens, garoa isolada pelo menos até boa parte do período da tarde.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.