Chuva complica trânsito e eleva fluxo nos trilhos

Na noite de quarta-feira, quando a chuva fez a cidade bater o recorde de congestionamentos do ano, com 225 km, estações do Metrô, como a Consolação, receberam milhares de pessoas além da previsão. "Foi um recorde naquele dia. De repente, 20 mil pessoas chegaram, além das 600 mil que usam a linha", recorda o secretário Jurandir Fernandes. "Era o impacto do trânsito parado em avenidas como a Rebouças."

O Estado de S.Paulo

15 Abril 2012 | 03h00

O professor Telmo Porto, da USP, explica que o limite mundial aceito é o de intervalo de um minuto para cada trem na plataforma, ou 60 mil passageiros por hora. Na CPTM, o limite de intervalo fica em 3 minutos. Nos horários de pico, a companhia opera com espaço de 4 minutos nas estações mais lotadas. / P.P.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.