Chuva coloca SP em estado de atenção e fecha Congonhas

Depois de dia quente, tempestade castigou todas as regiões da cidade e espalhou pontos de alagamento

Priscila Trindade, da Central de Notícias,

11 Janeiro 2010 | 18h57

Depois de um dia de calor e altas temperaturas, a cidade de São Paulo voltou a sofrer com o mau tempo no início de noite desta segunda-feira, 11. O Aeroporto de Congonhas, na zona sul da capital, fechou para pousos e decolagens às 18h47 em razão dos fortes ventos e da falta de visibilidade na região. No mesmo horário, o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), da Prefeitura, colocou toda a cidade em estado de atenção devido ao risco de alagamentos e inundações.

 

Veja também:

blog Acompanhe a situação do trânsito na cidade

 

De acordo com o órgão, áreas de instabilidade resultaram em fortes chuvas na zona leste que se estenderam às zonas norte, oeste e central da cidade. Os bairros mais atingidos são: Pinheiros, Ipiranga, Sacomã, Mooca, Vila Prudente, Aricanduva, Vila Formosa, Penha, Vila Maria, Vila Guilherme, Santana, Tucuruvi, Tremembé e todo o centro. Na Grande São Paulo, chove forte em Mairiporã, Franco da Rocha e no ABC paulista.

 

A Defesa Civil informou que as regiões de São Miguel Paulista e Itaim Paulista estão em estado de alerta devido ao risco de enchentes.

 

ALAGAMENTOS

 

Por volta das 19h15, a cidade registrava seis pontos de alagamento, sendo três intransitáveis na Rua Padre Adelino, perto do Largo Ubirajara; na Rua Monte Serrat, na altura do número 1.111 e na Avenida Paes de Barros com a Avenida Luiz Inácio de Anhaia Mello.

 

Os pontos transitáveis estão na Rua Padre Adelino, na altura do número 395; na Avenida Alcântara Machado, junto da Rua Monteiro Caminho e na Avenida CD de Frontin próximo ao Viaduto Dona Matilde.

Mais conteúdo sobre:
SP chuva

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.